Crédito rotativo: um guia para você entender de vez como funcionam os juros!

O crédito rotativo é um dos juros aplicados na fatura de quem atrasa o cartão de crédito. Bancos chegam a cobrar 20% ao mês, então é importante entender as melhores formas de “escapar” da cobrança.

pp
Heloisa Moraes

O crédito rotativo é um tipo de cobrança que pode confundir a cabeça de muita gente. Pensando nisso, preparamos um guia para te ajudar a entender o assunto de uma vez por todas.

Se você tem um cartão de crédito, já deve ter notado que a fatura tem dois valores indicados para o pagamento: o valor total e o valor mínimo. O valor total corresponde a todas as despesas feitas no período. Enquanto o valor mínimo costuma ser 15% do valor total. Por exemplo: se sua fatura for de R$ 1.000, o mínimo equivalerá R$ 150. E é justamente aí que mora o “perigo”.

Continua após a publicidade

Explicaremos a seguir o que acontece quando o cliente opta pelo pagamento do valor menor. Veja alguns pontos que serão abordados no texto:

  • O que acontece ao realizar o pagamento mínimo da fatura?
  • Afinal, o que é crédito rotativo?
  • Como é cobrado o juros do crédito rotativo?
  • As principais taxas de juros dos bancos

O que acontece ao realizar o pagamento mínimo da fatura?

A resposta é simples: o valor restante é “empurrado” para a fatura do próximo mês. Seguindo o raciocínio do exemplo acima, em uma fatura de R$ 1.000, ao realizar o pagamento do valor mínimo de R$ 150, os R$ 850 que não foram pagos serão cobrados no mês seguinte.

Continua após a publicidade

Isso não seria tão problemático se não houvesse a cobrança de juros. Em média, as financeiras chegam a cobrar 12,5% de juros rotativos ao mês, chegando a ultrapassar 329,3% ao ano no Brasil em 2021, de acordo com a Proteste.

Com tantos encargos, o consumidor acaba tendo muita dificuldade para pagar tudo o que deve, principalmente se o cartão continua sendo usado. Por isso, é muito importante evitar o crédito rotativo.

Afinal, o que é crédito rotativo?

O crédito rotativo nada mais é do que um tipo de “empréstimo” oferecido aos clientes que não conseguem pagar o valor total da fatura dentro da data de vencimento. Após realizar o pagamento mínimo da fatura, o valor restante será cobrado no mês seguinte acrescido do juros rotativo estipulado pelo banco.

Você não precisa solicitar para usar: na verdade, todos os cartões de crédito já oferecem o serviço. Ele é automaticamente acionado quando o valor total da fatura não é quitado.

Continua após a publicidade

Na hora de pagar a fatura, o cliente sempre pode escolher qualquer valor entre o mínimo e o total. De toda forma, quanto maior for o valor pago, menor será a quantia empurrada para a fatura seguinte. Ainda assim, qualquer uso do crédito rotativo é prejudicial ao consumidor.

Explicaremos a seguir como o juros é cobrado. Continue lendo!

Como é cobrado o juros do crédito rotativo?

Os juros cobrados dependem das condições contratuais de cada cartão de crédito. Sendo assim, existem produtos com tarifas menores ou maiores. Antes de tudo, para saber quanto você paga, o ideal é consultar a fatura do cartão de crédito.

Verifique a porcentagem cobrada de juros mensal e anual do crédito rotativo do seu banco e calcule o quanto isso implicará no valor do pagamento seguinte. Por exemplo se é cobrado 15% ao mês, o valor não pago da fatura terá essa incidência de juros na cobrança do próximo mês.

Voltando ao nosso exemplo, se você pagar somente o mínimo de uma fatura de R$ 1.000, o valor de R$ 850 ficará pendente e será cobrado na próxima fatura. Nesse caso, o juros de 15% incidirá sobre o restante, fazendo o cliente pagar R$ 127,50 a mais apenas pelo uso do crédito rotativo.

Continua após a publicidade

icon

Dicas

Para evitar esse tipo de encargo, procure sempre pagar o valor total da fatura do cartão dentro da data de vencimento. Caso não seja possível, busque um empréstimo com juros menores que o rotativo.

Confira as principais taxas de rotativo dos principais bancos

É importante ressaltar que os valores podem sofrer variações dependendo do produto ou serviço do qual você utiliza, por isso é importante checar junto a sua instituição financeira. Dados foram retirados da relação oficial divulgada pelo Banco Central.

BancoCrédito rotativo mensal
Inter5,73%
BMG9,30%
Caixa9,89%
Banco do Brasil10,38%
Original10,52%
Nubank11,21%
Bradesco11,24%
BTG Pactual11,79%
C612,03%
Santander12,20%
Itaucard12,39%
Hipercard15,02%
Banco PAN18,72%

Como escapar do crédito rotativo nas faturas do cartão?

Se você, infelizmente, acabou entrando no crédito rotativo ou em outros tipos de encargos do cartão de crédito, percebeu que eles podem prejudicar as suas finanças de maneira considerável.

icon

Dica

Com o objetivo de não “cair nessa cilada” outras vezes, o mais importante é desenvolver uma boa noção de educação financeira, entendendo que os gastos no cartão de crédito podem se tornar aquela grande bola de neve quando não temos dinheiro para pagar.

Ou seja: tome cuidado com o limite do cartão. Peça por um aumento só nas vezes que você realmente sabe que vai conseguir pagar as faturas e, se você já tiver um cartão de crédito com limite alto, lembre-se que o indicado é gastar menos do que 30% da sua renda.

Uma outra forma de evitar o rotativo é ao documentar todos os seus gastos feitos no cartão. Dessa forma, você não corre o risco de levar aquele susto no final do mês ao abrir a fatura.

Lembre-se que dentro daquele apanhado de compras, cada uma delas deve ter justificativa: se deseja comprar uma roupa, realmente precisa dela? Na sua organização, consegue ter a certeza de que irá pagar direitinho o valor cheio no mês que vem?

Por fim, é importante reconhecer, também, o valor do estudo. Se você chegou até esse post porque desejava estudar melhor sobre os possíveis juros que podemos contrair ao usar o crédito, significa que está de olho em melhorar o uso do cartão e deixar a sua vida financeira mais saudável. O que é ótimo!

icon compare os cartões lado a lado Está em dúvida sobre qual é o melhor cartão para você? Que tal ver os cartões lado a lado?

Continua após a Publicidade

2 comentários

  1. Marta Celina

    Boa noite, minha fatura é de 2,769,64, venceu dia 10/10. já paguei 1.700,00 amanhã pagarei o restante que é 1,0069.00 é justo o banco ter parcelado em 24 x sendo que ainda não virou o mes?. E a quantia que á foi paga, coo fica? Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.