Bancos, Notícias

48% dos consumidores não precisam de bancos para pagar contas, diz pesquisa

Karina Carneiro
Karina Carneiro
boleto, representando Consumidores não precisam de bancos

Segundo pesquisa da Consumoteca, quase 50% dos consumidores não precisam de bancos por realizarem operações por meio da internet. Saiba mais.

Segundo pesquisa realizada pela consultoria Consumoteca, aproximadamente 48% dos consumidores afirmam que não precisam de bancos ou instituições financeiras físicas para realizar o pagamento de boletos.

No levantamento, adultos da faixa etária de 40 a 54 anos afirmam que já fizeram a substituição por meios digitais, ultrapassando os 50% de adesão

Continua após a publicidade

A pesquisa realizada às vésperas do lançamento do PIX, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, foi divulgada pela Folha de S. Paulo.

De acordo com o antropólogo e sócio da Consumoteca, Michel Alcoforado, os dados da pesquisa mostram que o consumidor financeiro brasileiro não está preocupado em utilizar um banco específico para realizar transações ou pagamentos de modo geral.

“O cliente final só deseja resolver seus problemas de maneira simplificada, seja transacionando o dinheiro de maneira ágil ou fazendo o pagamento de boletos bancários. E esse é um movimento que tende a se intensificar ainda mais com a chegada do PIX”, afirmou à Folha de S. Paulo.

Consumidores não precisam de bancos para pagar boletos – Quais as substituições?

Se os brasileiros estão evitando o pagamento de boletos bancários em agências físicas, podemos dizer que parte deste movimento é impulsionado pelos avanços tecnológicos do segmento nos últimos anos.

Praticamente todas as instituições financeiras já disponibilizam alternativas de acesso ao internet banking. Também são oferecidos aplicativos desenvolvidos para o uso em dispositivos móveis, independentemente do sistema operacional.

Com isso, as pessoas não precisam de bancos para pagar boletos de modo geral. 

Além disso, as carteiras digitais também são substitutas dessa modalidade, seja pela facilidade de pagamento ou benefícios pela utilização do serviço, como na disponibilização de cashbacks.

O impacto do PIX no mercado à longo prazo

Segundo o presidente do Banco Carrefour, Carlos Mauad, o impacto do PIX no mercado à longo prazo irá de acordo com a diminuição gradual do acesso à agências físicas ao longo dos anos. Isso reforça os dados da pesquisa mencionada anteriormente.

“Com o PIX, acredito que a transação financeira se tornará algo mais simples e natural para as pessoas, principalmente para os desbancarizados. Inclusive, um dos motivos de termos tantas pessoas longe de produtos financeiros são as altas taxas cobradas pelas empresas”, disse ao veículo de comunicação.

Quer continuar acompanhando as principais notícias sobre o mercado financeiro? Não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber os conteúdos em tempo real. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *