Consórcios

Consórcio de moto: como funciona e como fazer, aprenda aqui.

Isabella Proença
Isabella Proença
capa personalizada com as inscrições

O consórcio de moto é uma modalidade de compra alternativa ao financiamento e ao empréstimo que pode ser viável para você. Entenda como funciona.

O consórcio de moto é uma das opções mais seguras, simples e econômicas para quem não possui capital suficiente para efetuar a compra à vista ou para dar entrada em um financiamento.

Visto que a compra de uma moto é um objetivo almejado por muitos pelo fato de ser um bem utilizado tanto para trabalho quanto como um meio de locomoção rápido e econômico.

Continua após a publicidade

Além disso, a moto é extremamente útil principalmente em grandes cidades, onde o trânsito é bastante intenso.

Abaixo, confira todas as informações sobre o consórcio de moto — como seu funcionamento, vantagens e desvantagens — antes de optar por essa modalidade de crédito para a aquisição do seu veículo automotor. 

Continua após a publicidade

Como funciona o consórcio de moto?

O consórcio de moto, assim como qualquer outro tipo de consórcio, deve ser administrado por uma empresa certificada e fiscalizada pelo Banco Central, o que proporciona total segurança para essa modalidade de crédito.

Diante disso, a empresa administradora forma grupos de pessoas interessadas na aquisição de motos, criando um caixa único a partir do pagamento da mensalidade.

O saldo desse caixa tem o objetivo de garantir as cartas de crédito que os cotistas receberão quando forem contemplados.

Como faço pra fazer parte de um consórcio de moto?

Primeiramente, você deve procurar uma empresa credenciada e, de preferência, reconhecida no mercado. Depois disso, pesquise sobre os valores das carta de crédito correspondentes ao valor da moto que você deseja adquirir. 

Continua após a publicidade

A partir desse momento, faça uma análise do plano de pagamento e verifique se é conciliável com a sua vida financeira.

É fundamental que as parcelas sejam compatíveis com o seu orçamento, em virtude da pontualidade no pagamento do consórcio ser um critério imprescindível para o recebimento da carta de crédito.

Existem duas maneiras de fazer adesão a um consórcio: começando em um grupo do início — ou seja, que ainda está em formação — ou adquirindo uma cota de um grupo em andamento.

A seguir, conheça essas duas formas de adesão.

Grupo em formação

É o grupo que ainda não está fechado e encontra-se inativo. A empresa administradora está reunindo pessoas para participar e a contemplação dos consorciados começa a acontecer depois de um prazo determinado.

Continua após a publicidade

Grupo já formado

É o grupo que já está operando, ou seja, está ativo. Nele, é possível obter dois tipos de cotas: 

Cota vaga

É aquela que ainda não foi comprada e é disponibilizada pela administradora.

Cota de transferência

Esse tipo de cota é adquirida diretamente com o atual cotista (consorciado). Sendo assim, o comprador assume de forma integral os direitos e obrigações que regem o contrato.

Como vou pagar as parcelas?

Depois do contrato de adesão devidamente assinado, o novo consorciado recebe os boletos para poder efetuar os pagamentos das parcelas.

Esses boletos conterão algumas informações gerais sobre o grupo, como o número de pessoas sorteadas no mês anterior, por exemplo. 

Continua após a publicidade

É bom lembrar que não há a necessidade de desembolsar nenhum valor para dar de entrada ou taxa de adesão desde que você tenha tratado tudo diretamente com a empresa administradora do seu consórcio de moto.

O que acontece se houver atraso nos pagamentos?

Quando o consorciado atrasa o pagamento das parcelas, ele perde o direito de participar dos sorteios e de oferecer lances para receber sua carta de crédito.

Para reaver esses direitos, é preciso colocar em dia os pagamentos em atraso, assim como pagar as multas e os juros previstos em contrato.

Como as cartas de crédito são entregues?

Os cotistas podem receber as suas cartas de crédito através de sorteio, por lance ou, em última instância, no encerramento do grupo.

Continua após a publicidade

Sorteio

Os sorteios são feitos nas assembleias mensais, entre todos os participantes que estão com as parcelas em dia. 

Sendo assim, em datas e dias determinados os números das cotas contempladas são sorteados.

Lance

Se o consorciado não quiser contar somente com a sorte, ele tem a opção de dar um lance em uma espécie de leilão que ocorre durante as assembleias.

Os consorciados vencedores são os oferecem os lances de valores maiores, que correspondem à antecipação de um número determinado de parcelas.

Assim sendo, quanto mais parcelas o cotista conseguir antecipar, maiores serão as suas chances de ser contemplado.

Continua após a publicidade

Encerramento

Finalmente, o consorciado que não recebeu a sua carta de crédito através do sorteio e não teve o seu lance como vencedor em nenhum dos leilões, a receberá no encerramento do grupo.

Posso desistir do consórcio?

O consorciado pode desistir do consórcio de moto a qualquer tempo, porém, ele precisa comunicar à empresa administradora. 

Além disso, esse cancelamento incidirá em multa e o desistente terá que aguardar por um sorteio para receber o dinheiro referente às parcelas que ele já pagou. 

Nesse cenário, pode haver também a possibilidade de transferência da participação para uma outra pessoa interessada, negociando o pagamento das parcelas que já foram pagas.

Continua após a publicidade

Quais as vantagens do consórcio de moto?

Devido ao fato de ser uma aquisição tranquila, sem muita burocracia, muitas pessoas têm optado pelo consórcio para comprar a primeira moto ou até mesmo trocar a que já possuem.

Confira as principais vantagens em adquirir um consórcio de moto.

Planejamento de compra

Obter um bem durável, como uma motocicleta, que provavelmente será usada por muitos anos, necessita de um bom planejamento.

Apesar de as motos normalmente serem mais baratas que os carros, elas também geram um custo que pode ter uma certa relevância no orçamento pessoal ou até mesmo familiar.

Diante disso, o comprador pode programar a aquisição do bem através de um consórcio de moto ao invés de um financiamento ou empréstimo.

Continua após a publicidade

Ao participar de um grupo, o consorciado pode pagar as parcelas regularmente e aguardar ser contemplado através do sorteio ou oferecer um lance e adiantar o recebimento da moto.

Economia na aquisição

Os veículos, de forma geral, sofrem com a depreciação dos preços. O simples fato de você sair da concessionária com um carro ou uma moto zero-quilômetro já implica na diminuição do valor.

Se você adquirir uma motocicleta através de um financiamento, provavelmente pagará na maioria dos casos duas ou até três vezes o valor do bem original devido aos juros embutidos.

Portanto, tudo isso somado à depreciação natural do veículo, resultará em uma perda bem significativa a médio e longo prazo.

Continua após a publicidade

Por outro lado, se essa mesma aquisição for feita por meio de um consórcio de moto, não haverá a incidência de juros, porém existe a taxa administrativa.

Essa taxa é um valor cobrado pela empresa administradora para gerenciar o grupo e assegurar que as entregas dos bens sejam efetuadas.

Prazos maiores para pagamento

Umas das grandes vantagens do consórcio de moto se deve ao fato do consorciado poder escolher o tempo mais apropriado para adquirir o bem. Os prazos podem variar entre 12, 24, 36 e 48 meses.

Assim, o consorciado pode optar pelo plano que mais se adequar à sua saúde financeira e, dessa forma, a compra programada não pesará no seu orçamento pessoal ou familiar.

Continua após a publicidade

Quais as desvantagens do consórcio de motos?

O consórcio também possui algumas desvantagens, assim como o financiamento. Por esse motivo, a escolha entre consórcio ou financiamento deve ser muito bem analisada.

Abaixo, conheça as principais desvantagens do consórcio de moto.

Investimento de longo prazo

Mesmo com a possibilidade de dar lances, o consórcio não deixa de ser um investimento de longo prazo.

Logo, se existe um grupo de pessoas envolvidas, é fato que uma delas será a última a receber o bem.

Assim sendo, no pior cenário, o consorciado receberá sua moto somente no fim do período estipulado em contrato.

Continua após a publicidade

Porém, se você tiver pressa para adquirir a moto, seja para fugir do transporte público ou para trabalhar, por exemplo, o consórcio pode não ser uma boa opção.

Parcela variável

No financiamento, as parcelas são fixas durante o contrato inteiro, já no consórcio, elas podem sofrer variações.

Assim como o valor do bem contemplado, a parcela de igual modo acompanha as variações de preço do bem.

Essa variação pode aumentar ou diminuir. Entretanto, caso o valor da moto sofra um reajuste de 10% no seu valor, por exemplo, a parcela e o valor liberado na contemplação acompanharão o mesmo percentual.

Continua após a publicidade

Vale a pena contratar o consórcio de moto?

A contratação do consórcio de moto vale a pena caso você deseje pagar uma parcela mais baixa que a do financiamento e não tenha pressa em comprar a moto.

Além disso, essa modalidade de crédito pode ser uma alternativa muito interessante para quem tem o dinheiro para comprar à vista, mas querem manter uma reserva para outras despesas.

Ainda, outro perfil que normalmente busca o consórcio é quem quer fazer uma compra futura, mas não consegue guardar o dinheiro. Com o consórcio, ela faz uma espécie de “poupança forçada” e junta a sua reserva aos poucos.

Assim, o consórcio de moto vale a pena para quem tem determinado perfil de comprador. Nesse caso, somente você terá condições de responder se essa é a melhor forma de adquirir a sua motocicleta.

Gostou deste artigo? Então assine a newsletter do iDinheiro e receba nossas atualizações em tempo real diretamente no seu e-mail!

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *