Consórcios

Consórcio Caixa: conheça as modalidades e saiba como funciona

Isabella Proença
Isabella Proença
Imagem da logomarca do Consórcio Caixa, posicionada do lado esquerdo da imagem, do outro lado tem um letreiro escrito Consórcio.

O consórcio Caixa é uma modalidade de compra coletiva para a conquista de um carro ou da casa própria. Confira os detalhes de como funciona.

Consórcio Caixa: conheça as modalidades e saiba como funciona.

O consórcio Caixa é um conjunto de soluções para quem deseja adquirir uma casa ou um carro de uma maneira segura e planejada.

Oferecidos pela Caixa Econômica Federal, consistem em modalidades de compra coletiva, onde um grupo de pessoas com interesse em comum pela aquisição do bem é formado.

Continua após a publicidade

Neste artigo, reunimos todas as informações sobre os consórcios Caixa, tais como funcionamento, tipos e taxas. Confira!

Como funciona o consórcio Caixa?

Como já foi dito, o consórcio Caixa é uma espécie de categoria de compra coletiva, onde se reúne um grupo de pessoas com o mesmo objetivo: comprar um bem.

Continua após a publicidade

Essas pessoas se comprometem a pagar uma parcela mensal durante um período determinado em contrato.

O dinheiro arrecadado é depositado num fundo comum e, mensalmente, alguns componentes do grupo são escolhidos — por meio de sorteio ou lance — para receber a carta de crédito e efetuar a compra do bem.

Tipos de consórcios Caixa

A Caixa trabalha com o consórcio imobiliário e o consórcio veicular.

A seguir, veja em quais situações; a carta de crédito de cada um deles pode ser utilizada.

Consórcio imobiliário

O consorciado contemplado pode utilizar a sua carta de crédito para a compra um imóvel residencial ou comercial. 

Continua após a publicidade

Esse imóvel pode ser novo, usado ou até mesmo ainda estar na planta.

A carta de crédito também pode ser utilizada para adquirir terrenos, casa na praia ou no campo, na construção ou reforma de um imóvel ou ainda para quitar um consórcio imobiliário.

Consórcio veicular

Nesta modalidade de crédito, o consorciado contemplado pode usar a carta de crédito para comprar um veículo zero quilômetro ou com até cinco anos de uso.

Esse veículo pode ser um carro, moto, caminhão, aeronave ou embarcação.

Além disso, ela também pode ser usada para quitar o consórcio veicular.

Quem pode fazer um consórcio Caixa?

A única exigência é que você tenha 18 anos ou mais. No entanto, você deve ter certeza de que realmente pode fazer parte do consórcio Caixa.

Para isso, o ideal é fazer uma análise e verificar se essa escolha é compatível com sua a renda, pois este é um compromisso financeiro mensal de longo prazo.

Continua após a publicidade

O consórcio Caixa tem juros?

No consórcio Caixa não há cobrança de juros, entretanto, existem outras taxas.

Abaixo, confira como é formada a prestação mensal do consórcio.

Fundo comum

É o fundo que acumula as mensalidades pagas mensalmente por cada consorciado para a compra do bem de cada membro contemplado.

Se houver algum saldo no encerramento do grupo, este será devolvido aos consorciados ativos e até mesmo aos excluídos.

Fundo reserva

O fundo reserva é fundamental para manter a saúde financeira do grupo em dia.

Esse valor é guardado, formando uma reserva financeira para ser utilizada em casos imprevistos.

Como, por exemplo, cobrir uma possível falta de dinheiro no fundo comum ou inadimplências dos cotistas.

Se no encerramento do grupo houver algum saldo financeiro, este será devolvido aos consorciados ativos.

Continua após a publicidade

Taxa de administração

É o valor cobrado pela empresa administradora — no caso, a Caixa — para administrar o consórcio.

A taxa administrativa é diferente dos juros que são cobrados em outras modalidades de crédito, por esse motivo é bem menor.

Essa taxa é dividida nas parcelas durante o tempo de duração do consórcio contratado.

Seguro prestamista

Esse seguro não é obrigatório e é cobrado a partir da segunda parcela.

Em caso de invalidez permanente ou morte do cotista, o seguro quita todo o saldo devedor do consórcio.

Apesar de ser opcional, pode ser importante para a família do consorciado.

Seguro DFI – danos físicos ao imóvel

O seguro DFI é exclusivo para o consórcio imobiliário. Porém, é cobrado somente após a compra, reforma ou construção do imóvel.

Continua após a publicidade

Assembleias: o que são? 

Todo mês é realizada uma reunião entre o grupo, denominada como assembleia ordinária.

É nela em que ocorre o sorteio e que são feitos os lances ofertados pelos consorciados. Estes, por sua vez, definirão quem serão os contemplados do mês em referência.

Quando houver necessidade, por parte da empresa administradora ou do grupo, pode ser convocada um outro tipo de assembleia. Ela é chamada de assembleia extraordinária.

Nela, são tratados assuntos de caráter emergencial, do interesse de ambas as partes.

O que fazer após a contemplação?

Se você foi contemplado, o valor da sua carta de crédito será liberado logo após aprovação da análise de crédito e garantia.

Por esse motivo, se você estiver com o nome negativado de alguma forma, vai necessitar fazer a regularização. 

Continua após a publicidade

No consórcio imobiliário, o vendedor do imóvel também necessita estar sem nenhum tipo de restrição, a fim de que tudo seja aprovado.

Vantagens exclusivas dos consórcios Caixa

Somente os consórcios Caixa oferecem a opção do consorciado utilizar até 50% do valor do crédito para pagar o lance.

Assim, é possível ofertar um lance mesmo sem ter o dinheiro em mãos.

Com isso, caso você possua a quantia, as suas chances de ser contemplado aumentam significativamente.

Após a contemplação, você terá um novo valor de crédito disponível para usar da forma que achar melhor.

Continua após a publicidade

E poderá optar por reduzir o valor das parcelas ou prazo do consórcio caixa.

Como usar meu FGTS no consórcio imobiliário?

Existem algumas formas para usar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) no seu consórcio caixa imobiliário.

Para isso, o próprio FGTS estabelece algumas regras. São elas:

  • complementar o pagamento do valor do imóvel a ser comprado;
  • pagar algumas parcelas do seu consórcio Caixa e também quitar ou abater o saldo devedor depois da compra do imóvel.

Desisti de pagar, e agora?

Se você desistir de pagar o consórcio Caixa e pretender recuperar o valor que investido, há como vender a sua cota.

Para isso você precisa ter desistido de pagar as parcelas há mais de quatro meses e deverá comunicar a desistência à administradora.

Como faço para transferir a minha cota?

Para fazer a transferência de titularidade da sua cota, é preciso apenas que as parcelas estejam em dia.

Continua após a publicidade

Canais de atendimento

Caso você tenha outras dúvidas relacionadas ao consórcio, é importante entrar em contato nos canais oficiais do banco. Assim, poderá entender tudo o que precisa antes de fazer a contratação.

Esses são os principais canais de atendimento do consórcio Caixa:

Conclusão

Neste artigo, vimos que os consórcios Caixa são uma possibilidade para quem não tem pressa para adquirir um bem.

Isso porque a contemplação pode demorar o tempo inteiro do consórcio.

De todo modo, é preciso avaliar todos os prós e contras que envolvem a contratação de um consórcio. Até porque, se trata de uma longa dívida.

Por isso, avalie sua situação financeira e expectativas sobre à compra desse bem. Após isso, faça simulações e escolha a melhor empresa para você!

Se você quer ter acesso a outros conteúdos como esse, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro para receber, semanalmente, publicações exclusivas sobre o que realmente importa para o seu dinheiro!

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *