Compra dos Correios pela Amazon: empresa estaria interessada, de acordo com ministro

Compra dos correios pela Amazon seria um interesse da empresa norte-americana, de acordo com o ministro das Comunicações.

LinkedIn
Ana Júlia Ramos

Compra dos Correios pela Amazon é de interesse da empresa norte-americana, diz o ministro das Comunicações, Fábio Faria. Segundo ele, existem cinco empresas interessadas na privatização da estatal.

O anúncio foi feito em uma transmissão ao vivo nas redes sociais. Foram citadas quatro empresas ao todo: Amazon, Magazine Luiza, DHL e FedEx. Os dois últimos nomes se tratam de empresas na área de logística.

Continua após a publicidade

Saiba mais informações sobre o que foi dito na transmissão.

Compra dos Correios pela Amazon: entenda a fala do ministro

De acordo com o ministro, o fato de já existirem cinco empresas interessadas é algo importante, “porque não teremos um processo de privatização vazio”.

No caso das empresas do varejo, Magalu e Amazon, o interesse está baseado na possibilidade de reduzir os prazos de entrega dos produtos. Esse movimento teria capacidade de aumentar o número de clientes.

A Magalu, por exemplo, criou um centro de distribuição no Rio de Janeiro devido ao aumento nas compras feitas no estado.

Cabe ao Congresso Nacional fazer as decisões sobre o controle acionário e as obrigações da empresa que comprar os Correios, de acordo com Faria.

Ainda na fala do ministro, foi dito que ele pediu para que o tema ficasse sob sua responsabilidade no ministério. Devem haver conversas com líderes do Congresso, além dos presidentes da Câmara e Senado.

Elas têm como objetivo articular o processo de tramitação do projeto de privatização.

Ministro critica a greve e reforça seus argumentos para privatização

Outra pauta da conversa foi a greve dos Correios, que estão paralisados há quase um mês e pedem por melhorias nos direitos trabalhistas.

Foram feitas críticas sobre o movimento e, de acordo com Faria, algo do tipo não teria acontecido em uma empresa privada.

“Eu nem entrei no mérito da greve, quem debateu isso foi o próprio presidente dos Correios. Acho que isso [a greve] foi muito ruim pra eles, porque é um momento em que todos precisam dar o melhor de si”, afirma.

Quer continuar acompanhando os desdobramentos da possível compra dos Correios pela Amazon? Então não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.