Limite de crédito reduzido: saiba como acontece e aprenda a evitá-lo!

Saiba em quais situações o banco pode diminuir o seu limite de crédito e se essa prática é legítima. Aprenda também algumas dicas para evitar.

pp
Heloisa Moraes

Considerou a possibilidade de ter o seu limite de crédito reduzido? Sabemos que o limite do cartão define o quanto cada consumidor pode gastar no crédito. E para calcular esse valor, bancos e financeiras realizam uma análise de risco, que leva em consideração quais são as chances do cliente se manter em dia com os pagamentos da fatura.

Entretanto, algumas ações da sua vida financeira podem levar ao banco a reconsiderar seu limite e reduzir o mesmo. Neste artigo, esclareceremos em quais situações isso pode ocorrer e o que fazer para fugir delas!

Continua após a publicidade

Como é calculado o limite do cartão de crédito?

Vários pontos são observados nessa análise, tais como:

  • renda;
  • histórico financeiro;
  • perfil de consumo;
  • inserção em cadastros negativos;
  • e outros.

A partir desses dados, é feita uma conta para se chegar ao valor exato do limite que será liberado. Um consumidor que tem um cartão com limite de crédito de R$ 2 mil, por exemplo, poderá gastar essa quantia em seus pagamentos, sejam elas à vista ou parcelados.

icon

Atenção

Cabe ressaltar que, nos parcelamentos, o valor total da mercadoria é debitado do limite e não o custo das parcelas.

Como o limite considera a renda e outros dados financeiros do usuário do cartão, alterações nessas informações podem mudar o valor. Se você mudar de emprego e passar a ganhar mais, pode entrar em contato com a administradora, enviar um novo comprovante de renda e solicitar um aumento do limite. Por outro lado, se o risco de crédito para você se tornar maior, é possível que a empresa tente reduzir o limite aprovado anteriormente.


Leia também: Cartão de crédito com limite alto: descubra qual é o melhor para você!


O banco pode diminuir meu limite do cartão de crédito?

O banco costuma reduzir o limite de crédito em algumas situações. Veja:

  • o cliente não paga o valor total de sua fatura durante vários meses;
  • os gastos se tornarem excessivos e/ou descontrolados;
  • realização de muitas compras parceladas;
  • o titular do cartão perde o emprego ou tem a renda reduzida;
  • o consumidor foi inserido em um cadastro negativo como SPC ou Serasa;
  • outras situações que elevem o risco da oferta de crédito.

É importante lembrar que a legislação não impede que as instituições financeiras diminuam o limite de crédito do consumidor. Afinal, elas são responsáveis pela análise e podem, inclusive, se recusar a oferecer crédito a determinado cliente, entretanto, o que não pode ser feito é a redução do limite sem prévia comunicação ao usuário.

Isso significa que a empresa deverá entrar em contato avisando da alteração no crédito com certa antecedência para que o usuário não passe por constrangimentos. As financeiras também ficam obrigadas a esclarecer para o cliente qual foi o motivo da restrição.

Como evitar a redução do limite?

A melhor maneira de evitar a redução no limite de crédito do cartão é manter o pagamento do cartão sempre em dia. Além disso, é fundamental ter um bom controle financeiro. Se suas contas estão quitadas e a fatura é paga mensalmente no valor integral, dificilmente o banco reduzirá o limite, mesmo que sua renda diminua.

As dicas para sempre ter um bom limite de crédito são:

  • pague o valor total da sua fatura;
  • não atrase o pagamento;
  • mantenha seu comprovante de renda atualizado;
  • evite acumular dívidas como empréstimos e financiamentos;
  • não faça muitas compras parceladas;
icon

Dicas

Seja sempre cauteloso com o uso do cartão de crédito para ter suas contas em dia. Caso não consiga arcar com o valor das faturas, busque renegociações ou outras alternativas de empréstimos com juros menores.

Gostou do conteúdo sobre como não ter o limite de crédito reduzido? Ative as notificações do push e assine a newsletter do iDinheiro para receber mais novidades sobre o universo financeiro!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.