Como declarar CDB no imposto de renda 2022? O passo a passo!

Declarar títulos como o CDB é muito fácil e rápido, veja como fazer.

B612_20210521_152657_024_2
Melissa Nunes

Está chegando a hora de acertas as contas com o Leão, certo? Depois de dois anos de prazo ampliado por conta da pandemia, a entrega do imposto de renda (IR) voltou ao período tradicional e vai até 29 de abril. A expectativa é que sejam entregues 34,1 milhões de documentos, o mesmo número de 2021.

A Receita Federal exige que sejam detalhados todos os rendimentos e despesas que você teve ao longo do ano para garantir que a tributação esteja sendo paga de maneira correta. Quem tem investimentos precisa especificar mais detalhes, sim. Mas calma, não precisa se preocupar com isso.

Continua após a publicidade

Se quer aprender como declarar CDB no imposto de renda, você está no lugar certo! Esse é um dos títulos mais tradicionais de renda fixa e um grande número de contribuintes está no mesmo barco que você. Por isso, nós, do iDinheiro, preparamos um material completo para esclarecer todas as dúvidas. Vamos lá?

Preciso declarar CDB no imposto de renda?

A resposta é: depende. Isso porque apenas o fato de ter uma aplicação em CDB não obriga ninguém a declarar imposto de renda. Porém, é preciso saber se você se encaixa em algum fator de obrigatoriedade. São eles (referentes a 2021):

Continua após a publicidade

  • ter registrado recebimentos acima de R$ 28.559,701;
  • ter rendimentos isentos, tributados exclusivamente na fonte ou não tributáveis acima de R$ 40.000;
  • apresentar receita bruta maior que R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • possuir propriedade de bens com valor acima de R$ 300.000;
  • ter realizado aplicações financeiras na bolsa de valores, mercadorias ou semelhantes;
  • ter vendido um imóvel residencial e usado o recurso para comprar outro, dentro do período de 180 dias.

De qualquer forma, caso você esteja enquadrado em qualquer item da lista acima e tenha aplicações em CDB, é necessário declarar o saldo da aplicação, caso ela seja superior a R$ 140,00. Ainda assim, recomendamos que você declare, independentemente do valor disponível.

Para tirar outras dúvidas, você pode acessar o site da Receita Federal.

CDB paga imposto de renda?

Sim, é necessário pagar imposto de renda, mas somente sobre os rendimentos do CDB. No entanto, isso só ocorre quando o investidor faz o resgate parical ou total do dinheiro investido.

De qualquer forma, o tributo é recolhido na fonte. Em outras palavras, a taxa é descontada diretamente do investimento e é recolhida pela corretora ou pela instituição financeira responsável pela custódia do título. Assim, o investidor já recebe na sua conta o rendimento com o desconto do IR.

Tributação do CDB

A tributação do imposto de renda sobre o CDB segue as regras estabelecidas para os investimentos tributáveis de renda fixa, que é a tabela regressiva do IR. Logo, quanto maior for o tempo de investimento, menor será o valor a ser pago, de acordo com as alíquotas abaixo:

Continua após a publicidade

Tempo de investimentoAlíquota do IR
Até 180 dias22,5%
De 181 até 360 dias20%
De 361 até 720 dias17,5%
A partir de 721 dias15%
Tabela regressiva do imposto de renda

Vale lembrar que, durante os primeiros 30 dias de aplicação, também há cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). No entanto, após esse prazo, esse tributo não é mais cobrado.

Como declarar CDB no imposto de renda 2022?

A declaração do CDB no imposto de renda vai depender da situação dos títulos, ou seja, se estão sob custódia (quer dizer, se você ainda os tem) ou se já foram resgatados. Veja, abaixo, o passo a passo de como proceder em cada caso.

Como declarar CDB em custódia

  1. No programa oficial, abra a ficha de “Bens e Direitos”;
  2. clique em “Novo” para cadastrar uma nova aplicação ou em “Editar” para atualizar informações anteriores;
  3. escolha o grupo “04 – Aplicações e Investimentos” e o código “02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação“;
  4. escolha se a aplicação está vinculada ao CPF do titular da declaração ou um dependente (como filhos, por exemplo);
  5. insira o CNPJ do banco ou corretora, de acordo com seu informe de rendimentos. Em seguida, descreva o tipo de renda fixa, o nome da instituição financeira/empresa emissora e CNPJ, e número da conta. Se a conta for conjunta, insira o nome completo e CPF do co-titular no campo “Discriminação”.
  6. Preencha os campos “Situação em 31/12/2020” e “Situação em 31/12/2021” com os valores descritos no informe de rendimentos.
  7. confirme e repita o processo com outros títulos CDB, LC, RDB e Tesouro Direto.
como declarar CDB no imposto de renda 2022
image-17

Em 2022, é possível acessar a aba de rendimentos na mesma página, basta clicar em “Informar Rend. Exclusivo”, caso você tenha resgatado total ou parcialmente algum CDB, e seguir o próximo passo.

Como declarar rendimentos do CDB

Se no ano-calendário da declaração o título de CDB expirou ou foi resgatado antecipadamente, é preciso declarar os rendimentos recebidos, mesmo que o tributo já tenha sido pago no momento do resgate. Veja como fazê-lo:

Continua após a publicidade

  1. abra a ficha “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva” e clique em “Novo”;
  2. insira o código “06 – Rendimentos de aplicações financeiras“;
  3. escolha se os rendimentos são do titular ou do dependente;
  4. insira o nome e o CNPJ da fonte pagadora (nome do banco ou instituição financeira que possui a custódia do título) e o valor líquido do rendimento recebido;
  5. confirme e repita a operação até preencher todos os rendimentos recebidos.

Quais informações eu preciso para declarar CDB?

Em geral, as agências bancárias e as corretoras de valores em que uma pessoa investe em títulos de CDB encaminham o informe de rendimentos no fim de cada ano. Esse documento apresenta todos os dados relacionados aos seus investimentos de renda fixa.

Caso não tenha recebido um e-mail da sua instituição financeira, verifique se ele está disponível na sua conta no aplicativo ou internet banking. Se não estiver ou você não encontrar, entre em contato e faça a solicitação diretamente com o banco ou corretora.

Conclusão

Se você chegou aqui, já não tem mais dúvida se CDB é isento de imposto de renda. Explicamos que, ao contrário de outros investimentos em renda fixa, o investidor em CDB paga imposto quando resgata o dinheiro. O tributo é recolhido na fonte, ou seja, a corretora de valores ou instituição financeira responsável pela custódia do título desconta esse valor antes de depositar o rendimento na sua conta.

Por fim, vale lembrar que quem envia o IR nos primeiros dias tem mais chance de entrar nos primeiros lotes de restituição. Outra vantagem de organizar a papelada é reduzir o risco de preenchimento de alguma informação errada por conta da pressa. Acredite, são erros muito comuns a digitação incorreta ou omissão de rendimentos, que acabam levando as pessoas a caírem na malha fina.

Caso tenha outras dúvidas sobre como declarar investimentos, acesse nosso artigo completo sobre o tema.

Sugestões de leitura do iDinheiro:

Perguntas frequentes

  1. É preciso declarar CDB no IR?

    Caso o investidor esteja obrigado a declarar, deve incluir saldos de aplicações que ultrapassem R$ 140,00, inclusive CDB. Porém, é recomendável declarar qualquer valor aplicado.

  2. Quem investe em CDB é obrigado a declarar IR?

    Não, ter um CDB não é fator de obrigatoriedade de declaração. Porém, caso o investidor se encaixe em algum deles, deve declarar saldos de aplicações que ultrapassem R$ 140,00.

  3. Quais investimentos não precisam declarar IR?

    Os únicos investimentos que obrigam o investidor a preencher a declaração são aqueles negociados em bolsa de valores, já que essa é uma das condições de obrigatoriedade. Ainda assim, aplicações financeiras contribuem para o aumento de patrimônio e podem influenciar em outros fatores elencados pela Receita Federal.

Continua após a Publicidade

2 comentários

  1. Samara

    E o imposto pago no resgate do CDB, é declarado no Imposto de Renda?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.