Em quanto tempo dá para dobrar o capital na renda fixa?

Aumentar o patrimônio na renda fixa é mais simples do que você imagina.

Tiago Reis Suno
Tiago Reis

Como sempre digo, investir é fundamental para quem quer ter mais tranquilidade no futuro. Quem me conhece, sabe que comecei no universo dos investimentos já mergulhando em renda variável, e acredito mesmo que é na bolsa de valores onde estão as melhores oportunidades, principalmente para quem quer ver seu capital dobrar rapidamente e viver de renda passiva no futuro.

Mas, claro, muitas pessoas, por preconceito, falta de conhecimento, conservadorismo ou estratégia mesmo, preferem investir apenas em renda fixa. Na minha visão, no mundo ideal, uma carteira perfeita deve contemplar, sim, um pouco de renda fixa, mas não se fundamentar 100% neste tipo de investimento.

Continua após a publicidade

É necessário mesclar os investimentos e a renda fixa sempre é o melhor lugar para você construir e armazenar sua reserva de emergência. Enquanto que, na renda variável, é onde você é capaz de ganhar mais dinheiro e ver seu patrimônio dobrar, triplicar, crescer constantemente, com a beleza mágica dos juros compostos. 

Na renda variável, quem quer dobrar o capital, a melhor estratégia, na minha visão, é a reaplicação de dividendos.

Continua após a publicidade

Se o dividend yield de um fundo imobiliário, por exemplo, for 7%, a cada 7 anos você dobra seu número de cotas se você pegar o dividendo e, com ele, sempre comprar mais cotas. Então, em 21 anos, o cara que fez isso irá dobrar 3 vezes seu capital inicial. O patrimônio de quem faz isso vai ser maior do que o de quem pegou e gastou os dividendos. Tenha isso em mente, economize os dividendos e reaplique, porque, lá na frente, vai fazer diferença.

Mas hoje, o foco deste artigo é falar sobre renda fixa: em quanto tempo dá para dobrar o capital com este tipo de investimento, que oferece aplicações altamente democráticas, já que, acima de R$ 30 reais, é possível fazer um investimento, com 0,20% de taxa de custódia e “pagando” apenas o risco soberano?

Pouca gente sabe, mas com o Tesouro Direto, uma alternativa fácil e eficiente, que paga menos taxas no caminho e em termos de risco é uma das aplicações mais conservadoras, dá para aplicar estratégias diferentes e obter retornos mais refinados à medida que você conhece o produto.

Um exemplo é comprar o Tesouro Selic, porque você consegue, com valores residuais, comprar um título pós fixado, que é uma LFT (Letra Financeira do Tesouro), e você pode fazer sua reserva de emergência pelo tesouro direto, já que a liquidez é diária. 

Continua após a publicidade

Uma opção mais agressiva é o pré-fixado, com o qual, no momento que você aplica, já trava uma taxa pré-fixada. Claro que essa taxa tem certa volatilidade. 

Se você começar a se aproximar mais da renda fixa, vai ver que também é possível operá-la, pois você pode comprar e vender títulos públicos e ter retornos superiores. Mas é mais difícil. Muitas pessoas acham que só dá pra ter operação especulativa na bolsa de valores, mas é possível fazer isso também na renda fixa

Mas, claro, você pode também carregar o título até o vencimento. Se você carregar, o tesouro garante pagar aquele retorno combinado. Lembrando que o imposto de renda vai diminuindo conforme você amplia o prazo, acima de 2 anos são só 15% de IR e a própria corretora já retém o valor do imposto. 

Ainda dentro do pré-fixado, têm títulos que pagam cupons, e você pode fazer disso um ativo gerador de renda. Algumas pessoas colocam posições em títulos públicos, sabendo que vão receber um cupom, uma parte de juros, assim como um Fundo Imobiliário que paga todos os meses. A diferença é que o título público paga somente duas vezes, em janeiro e julho. 

Continua após a publicidade

Por fim, é o que normalmente as pessoas mais gostam, os títulos atrelados à inflação IPCA +. Esse título paga inflação mais um determinado prêmio (mais 5, mais 6, por aí vai). Em uma situação de normalidade, não de hiperinflação, você pode ter um título com vencimento mais longo, para os anos de 2045, 2050, e também receber cupons semestrais. 

Assim, se você comprar títulos atrelados à inflação e títulos pré-fixados, vai conseguir receber retorno durante 4 meses dos 12 possíveis. O que significa que é possível, sim, ter renda passiva, ativo gerador de renda, também na renda fixa. 

Afinal, dá pra dobrar o capital na renda fixa?

Ok, mas e o cálculo? Como saber em quanto tempo consigo dobrar meu capital na renda fixa? O caminho mais fácil é acessar o site do tesouro direto e utilizar o simulador de rentabilidade dos títulos. Você tem duas possibilidades: simular quanto quer investir hoje ou quanto quer resgatar no futuro. 

Pelo simulador, se você investir R$ 1000 reais hoje no Tesouro IPCA + 2035, em 10 anos, ou seja, em 2032 você terá dobrado seu investimento inicial e terá R$ 2.133,03. 

Continua após a publicidade

Você pode também fazer a conta manualmente. O primeiro passo é escolher o produto e verificar a rentabilidade anual dele (no site do Tesouro Direto você encontra essa lista).

Por exemplo, vamos calcular no Tesouro Prefixado 2029, cuja rentabilidade anual em fevereiro de 2022 está em 11,48%. 

Faça a seguinte operação na calculadora HP12C:

  1. insira “11,48” (que é a taxa pré-fixada anual bruta) e aperte o “i” (para gravar este número que corresponde ao índice da operação);
  2. considerando o prazo da operação de 7 anos, insira “7” e aperte o “n” (para gravar este número que corresponde ao prazo da operação);
  3. considerando uma aplicação inicial de R$ 1000: aperte “1000” e depois “PV” (pois corresponde ao valor presente);
  4. e, agora, clique diretamente no elemento da fórmula que não conhecemos (o valor final) “FV”.

O resultado que aparece é de -R$ 2.139,82 (que aparecerá como negativo representando o resgate da operação).

Agora está na hora de calcular o desconto na fonte da alíquota de Imposto de Renda equivalente a esta operação (renda fixa) e prazo (acima de 720 dias). Então, para isso pegue o lucro bruto obtido (R$ 2.139,82 – R$ 1.000,00 = R$ 1.139,82) e desconte 15% da seguinte forma.

ATENÇÃO: Para usar a mesma calculadora, agora, você deve limpar os dados gravados clicando nas teclas “f” e depois “CLX”.

  1. agora, insira o lucro bruto “1139,82” e clique no ENTER para gravar este número;
  2. em seguida, digite “0,85” (que corresponde a buscar o índice líquido 100% – 15%) e aperte o “X” para encontrar o valor final líquido de IR.

O resultado que irá encontrar é de R$ 968,84 que corresponde ao lucro líquido que esta operação lhe trará aplicando R$ 1.000,00: fazendo você consegue quase dobrar o seu capital na renda fixa, de forma completamente segura e confiável, em 7 anos, por meio do Tesouro Prefixado 2029 (base de Fev/22).

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.