Cartão de Todos: conheça tudo sobre o cartão que dá desconto em vários serviços

Victor Leitao
Victor Leitão
Imagem com a logomarca do cartão de todos, ao lado escrito
Cartão oferece descontos em serviços de saúde, educação e lazer. Veja como esse produto funciona e se vale a pena.

Artigo originalmente publicado em blog.mobills.com.br. Conteúdos e comentários foram integralmente mantidos.

Cartão de Todos: conheça tudo sobre o cartão que dá desconto em vários serviços

 

Quem não gosta de economizar, ainda mais em um período de crise como o que estamos vivendo por conta da pandemia do novo coronavírus?

Sempre que possível, é interessante encontrar novas formas de otimizar os gastos e poder redirecionar o dinheiro que sobra com promoções e condições exclusivas de alguns serviços.

Continua após a publicidade

Assim, ganhamos uma “folguinha” para quitar dívidas, fazer as compras necessárias ou até mesmo juntar dinheiro para realizar sonhos.

Pensando nisso, o Cartão de Todos é uma das opções que comentamos acima: ele oferece descontos em vários serviços, como saúde, educação e lazer.

Continua após a publicidade

Nesse sentido, além de ter acesso a serviços e produtos que já seriam usados por você, existe o bônus da economia! Interessante, não é?

Se você ainda não ouviu falar do Cartão de Todos, não se preocupe. Fizemos um conteúdo completo que vai te ajudar a entender sobre seu funcionamento e benefícios.

Vamos lá? Tenha uma ótima leitura! 

O que é o Cartão de Todos?

Com o objetivo de oferecer inclusão social, o Cartão de Todos nasceu da ideia de Altair Vilar, que encontrou inspiração no sistema de saúde solidário da Alemanha nos anos 2000.

Resolveu, então, desenvolver algo parecido para ser aplicado no Brasil.

Daí surgiu, em 2001, a primeira Clínica de Todos na cidade de Ipatinga (MG), com a intenção de levar saúde de qualidade por um custo baixo para famílias. 

Continua após a publicidade

Ao longo dos anos, a Clínica de Todos foi para outras cidades vizinhas e ganhou as primeiras unidades fora de Minas Gerais, em municípios do Espírito Santo e de São Paulo.

Mas a história começou a ficar diferente mesmo, em 2008, quando a empresa deixou de se chamar Clínica de Todos e virou Cartão de Todos. 

De 2010 para cá, o Cartão de Todos expandiu a presença para outras regiões, como Grande São Paulo, além da primeira unidade na cidade de Bogotá, na Colômbia.

Em 2018, por exemplo, a empresa fechou o ano com 210 unidades e 8 milhões de clientes. Atualmente, cerca de 2 milhões de famílias utilizam o Cartão de Todos. 

Continua após a publicidade

Basicamente, a empresa atua no ramo de cartões de desconto, fazendo a ponte entre pessoas físicas e empresas.

Assim, quem contrata o produto tem acesso a uma rede de parceiros nas áreas de saúde, educação e lazer, espalhadas por todo o Brasil. 

Como funciona o Cartão de Todos?

Vamos, agora, explicar de forma detalhada como funciona o Cartão de Todos.

Trata-se de um cartão de descontos para conseguir consumir alguns serviços de saúde, educação e lazer com preços mais baixos.

Ao aderir ao Cartão de Todos e, claro, fazer o pagamento da mensalidade, o cliente tem acesso a descontos em uma rede de empresas parceiras, como clínicas médicas, exames, tratamentos odontológicos e outros procedimentos. 

Uma vantagem é que o Cartão de Todos permite incluir filhos de até 21 anos e cônjuge (marido ou mulher) como dependentes para utilização do cartão.

Continua após a publicidade

É importante destacar que o cartão de desconto não funciona como um plano de saúde, ou seja, não garante e nem se responsabiliza pelos serviços oferecidos e pelo pagamento dos custos.

Por exemplo, ao pagar uma consulta no clínico geral, apesar do desconto que o Cartão de Todos oferece, esse pagamento é feito pelo cliente ao médico prestador do serviço. 

Quais são os benefícios do Cartão de Todos?

IMAGEM ILUSTRANDO OS BENEFÍCIOS DO CARTÃO DE TODOS

Presente nas principais regiões e nos grandes centros do país, como São Paulo (84 unidades no Estado paulista, sendo 32 unidades na capital), Minas Gerais (30 unidades) e Rio de Janeiro (20 unidades).

Nesse sentido, o Cartão de Todos oferece descontos em consultas médicas, exames laboratoriais, serviços e procedimentos odontológicos, farmácias, faculdades, cursos técnicos, hotéis, pousadas, academias, entre outros estabelecimentos. 

Continua após a publicidade

Além das unidades em São Paulo, Minas Gerais e Rio, a empresa opera em outros Estados, como Ceará, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Pernambuco e Mato Grosso.

Veja aqui a lista de regiões onde há unidades do Cartão de Todos

Acreditamos que o amplo acesso aos serviços de saúde e outras demandas importantes do dia a dia são ótimos benefícios do Cartão de Todos.

Todavia, para conhecê-los na prática, vale fazer o cartão e aproveitar cada um deles.

Cartão de Todos: Tabela de preços

Veja os valores de mensalidade do Cartão de Todos praticados até dezembro de 2020:

  • mensalidade: R$ 23,10 (incluso auxílio-funeral para o titular);
  • consultas – clínico geral: R$ 20;
  • consultas – demais especialidades: R$ 28.

No entanto, a partir do ano de 2021, haverá uma atualização.

  • mensalidade: R$ 25,00;
  • consultas – clínico geral: R$ 24;
  • consultas – demais especialidades: R$ 32.

É importante reforçar que, na primeira mensalidade, será cobrado o custo de emissão do cartão. O valor é de R$ 25.

Como fazer o Cartão de Todos?

imagem do cartão de todos

Se você quer aprender como fazer o cartão de todos, acreditamos que o passo a passo não será complicado.

Continua após a publicidade

Basta acessar o site da empresa e clicar em “Peça o seu” no canto superior direto da tela.

Você será redirecionado para uma página com um formulário simples logo abaixo da foto sorridente da Ana Maria Braga.

Daí será necessário preencher as seguintes informações para dar sequência ao cadastro: 

  • nome completo;
  • celular;
  • e-mail;
  • CEP;

Depois de incluir esses dados, a próxima etapa é informar o CPF, a data de nascimento e adicionar um cartão de crédito válido.

Em breve, a plataforma vai aceitar pagamento na modalidade débito também. 

Um cuidado fundamental nessa fase do cadastro e preenchimento do formulário é ler atentamente o regulamento do serviço que você está contratando.

Continua após a publicidade

Como qualquer outro contrato, tem regras e detalhes que precisam ser analisados antes de você incluir uma forma de pagamento ou seguir para a última etapa.

Pelo jeito, o atendimento do Cartão de Todos é rápido.

Nossa equipe começou a preencher o cadastro e chegou à segunda fase, de inclusão de dados da forma de pagamento, mas não prosseguiu.

Naquele instante, recebemos uma ligação da central de atendimento da empresa para explicar como funciona o cartão, as vantagens e ajudar na finalização do cadastro. 

Entendemos, então, que o processo de como fazer o Cartão de Todos é bem intuitivo, inclusive com a orientação de profissionais da empresa.

Continua após a publicidade

Qual é a forma de pagamento do Cartão de Todos?

As mensalidades do Cartão de Todos podem ser pagas pelo cartão de crédito. Além disso, no site da empresa, indica-se que existem outras formas de pagamento fora a citada acima.

No entanto, ao clicar no botão que deveria mostrar todas elas, somos direcionados para uma página de cadastro.

Esse ponto pode não ser tão interessante, já que você necessariamente terá que entrar em contato com a empresa e demonstrar interesse apenas para saber as formas de pagamento.

O ideal era ter a maior quantidade de detalhes disponíveis para que o cliente pudesse tomar uma decisão antes de enviar informações pessoais e fazer a ligação ou entrar em contato no chat, por exemplo.

Continua após a publicidade

Por isso, leve em consideração que você deverá entrar em contato direto com o Cartão de Todos para saber mais detalhes e avaliar.

Login Cartão de Todos: como acessar a área do cliente?

Se você já é cliente do Cartão de Todos e precisa acessar as informações referentes à sua conta, deverá ligar na central de atendimento pelo número 0800 283 8916.

Além disso, existe um chat localizado no site, onde é possível tirar as principais dúvidas.

Não existe uma área específica para realizar o login dentro do site e, de acordo com a nossa análise, uma boa parte dos serviços é realizado de forma presencial, como:

Continua após a publicidade

  • retirada da carteirinha do titular;
  • retirada das carteirinhas adicionais;
  • cancelamento do cartão;
  • outras questões burocráticas.

Por isso, é importante entender essas questões antes da contratação, para que não hajam surpresas relacionadas ao uso do cartão.

Cartão de Todos é bom?

Essa é uma boa pergunta. E você deve fazê-la sempre que estiver prestes a contratar qualquer tipo de produto ou serviço.

Não existe uma resposta única. O ideal é pedir opiniões de amigos, familiares e pesquisar o nome da empresa na internet.

Veja se há muitas reclamações em sites especializados, como Reclame Aqui.

Por exemplo, o Cartão de Todos tem uma nota 5.7 (de 10) no Reclame Aqui, nível considerado “ruim” pelo site. 

Continua após a publicidade

Até hoje, a empresa respondeu praticamente todas as reclamações postadas lá, com índice de solução de 62,8%.

Apenas 29% das pessoas voltariam a fazer negócio com a empresa, e a nota do consumidor é 4.16, números considerados como preocupantes.

As principais reclamações recentes feitas pelos clientes envolvem os seguintes temas:

  • falta de ética;
  • venda de serviços com preços que não são cumpridos;
  • falta de informações claras;
  • propaganda enganosa;
  • cobrança indevida;
  • dificuldade para cancelar;
  • falta de atendimento.

Pensando nessas informações preocupantes, é extremamente válido acessar a página do Reclame Aqui e analisar o que foi reportado por pessoas que já têm um histórico com a empresa.

Leve em consideração, também, que muitos dos processos são realizados de forma presencial ou pelo telefone.

Continua após a publicidade

Hoje em dia, com o acesso cada vez mais frequente aos canais digitais (celular, computador ou WhatsApp), algumas pessoas podem não se interessar por um serviço que não seja “tão” digital. 

Por fim, o site dificulta o acesso a algumas informações importantes, e para tirar até mesmo algumas dúvidas simples, será preciso preencher um formulário de cadastro ou ligar para um número de telefone.

Somente com essas informações esclarecidas é possível ter mais elementos na hora de decidir se vale ou não a pena.

Outra dica é procurar notícias relacionadas à empresa em sites confiáveis de grandes veículos de comunicação.

Continua após a publicidade

Conclusão

Agora que você já conhece o Cartão de Todos, pare e reflita bem se esse serviço faz sentido para a sua realidade financeira.

Lembre-se de que não é um plano de saúde, e sim um cartão de descontos válido para uma rede de empresas parceiras.

Ou seja, não é aceito em todo e qualquer tipo de estabelecimento de saúde, educação ou lazer. 

Outra boa questão a se fazer é se esse gasto se encaixa no seu orçamento atual, considerando inclusive o momento de aperto financeiro neste período de pandemia e quarentena.

Se você gostou deste conteúdo e quer receber mais informações sobre o Cartão de Todos, assine a nossa newsletter!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

13 comentários

  1. franciele RAQUEL

    esse cartão e de crédito?

  2. junia

    Bom gostaria de saber porque falam em consultas com clínico geral a 20 reais e outras especialidades a 28 reais sendo que tive que pagar 100 reais para consulta com clínico geral aqui na clínica .

  3. Márcia Quintanilha

    Eu só tive informações positivas sobre ele

  4. Continua após a publicidade

  5. Ana Telma

    Como faço pra cancelar o cartão de todos

  6. Letícia Augusta

    Muito bom,sem dúvida bem melhor do que depender de SUS ou pagar uma consulta particular de no mínimo 150 reais,pago 28 reais com qualquer especialidade quando preciso.

  7. Deomedes Fernandes

    Estranho esse comentário da Silvia, ” utilizam para debitar mensalidade de outros cartões” para isso basta o titular do cartão ligar para a operadora e questionar o débito. isso não procede bem como o cancelamento do débito do cartão de todos depende exclusivamente do titular do cartão de crédito, manda parar de debitar e eles tem que parar ou devolvem o valor em dobro. realmente o que é certo que não dá pra ninguém cancelar, somente o titular do cartão de crédito.

  8. Bruno costa

    Bom demais!?

  9. Silvia paiz

    Não peça esse cartão de todos!!! É roubada!! Eles pedem cartão de crédito para debitar a mensalidade e utilizam para debitar mensalidade de outros cartões,e para cancelar ninguém consegue, somente com processo judicial. Isto é um aviso a população

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.