Quem paga a fatura de cartão clonado? Tire suas dúvidas e saiba o que fazer!

Infelizmente, esse é um crime muito comum no Brasil, porém poucos sabem como proceder. Tire suas principais dúvidas sobre clonagem de cartão de crédito.

pp
Heloisa Moraes

Cerca de 3,65 milhões de pessoas tiveram seus cartões clonados no ano de 2019. É o que apontou a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Infelizmente, esse é um crime financeiro muito comum, mas você já parou para pensar sobre quem paga a fatura de cartão clonado?

Diariamente, centenas de pessoas sofrem clonagem de cartão de crédito, tendo compras e pagamentos ilícitos sendo realizados levando prejuízos ao titular. Entretanto, apesar de um ser um crime comum, muitos não sabem exatamente como isso ocorre. Continue lendo e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Continua após a publicidade

Clonagem de cartão de crédito: como funciona?

A clonagem não é uma falha de segurança do titular do cartão, mas sim uma situação a qual ele está sujeito, mesmo tomando muitas precauções. Isso pode ocorrer em diversas situações, até mesmo com a adulteração de máquinas de cartões em terminais de autoatendimento.

Apesar desse aspecto rotineiro das clonagens, muitas pessoas não sabem se portar em tais situações. E, muitos podem até mesmo pagar pelos gastos advindos deste crime, por não conhecerem seus direitos.

Como saber se o cartão foi clonado?

Você poderá reconhecer se o seu cartão foi clonado quando identificar compras irregulares presentes na sua fatura. Por isso, é importante checar frequentemente as movimentações do seu cartão para não sofrer as consequências do golpe.

Caso isso tenha acontecido com você, é preciso entrar em contato com a operadora do cartão imediatamente e pedir o seu cancelamento. É preciso fazê-lo de forma rápida para que o indivíduo que está cometendo o crime não tenha a oportunidade de realizar mais gastos.

Quem paga a fatura de cartão clonado?

Não é responsabilidade do titular do cartão arcar com os gastos ilícitos, advindos da clonagem, mas sim da operadora do cartão. Isto porque a clonagem se configura como uma falha da empresa. Desta forma, mesmo se a fatura já tiver sido paga, peça o reembolso do valor que não reconhece.

É obrigação da administradora emitir uma nova fatura, excluindo todos os débitos não reconhecidos. Por vezes, o processo pode demorar caso a empresa se estenda na análise do caso.

icon

Atenção

Eles irão se certificar que o titular não realizou a compra, por meio dos dados da transação. Por exemplo, local onde foi realizada. Caso o titular more em São Paulo, mas a transação tenha sido feito em Belo Horizonte, será fácil identificar a fraude.

Porém, nem todos os casos são simples e, em certas situações, a administradora pode até mesmo pedir que o titular do cartão comprove que as compras não foram de sua autoria. Felizmente, a maioria dos processos de exclusão dos gastos da fatura são simples.

Como descobrir quem clonou meu cartão?

Infelizmente, não há uma maneira de descobrir. As instituições financeiras são apenas obrigadas a restituir o valor gasto pelo golpista, mas não devem divulgar mais informações sobre o mesmo. Até porque, muito dificilmente o criminoso terá usado seus próprios dados pessoais para realizar o ato ilícito.

Como evitar de sofrer esse tipo de golpe?

Atualmente, com a internet e a popularização de compras feitas no ambiente online, ficou mais fácil para os golpistas roubarem dados de consumidores através de links maliciosos ou páginas falsas de compra. Por isso, tome cuidado ao realizar compras online, de preferência por usar o cartão virtual. Sempre se certifique de que o site é seguro e não entre em links desconhecidos.

Além disso, sempre esteja atento as movimentações na sua fatura. Com a ajuda do aplicativo do cartão, esse controle é muito fácil de ser feito.

Gostou deste post que discute quem paga a fatura de cartão clonado? Saiba mais sobre o assunto neste artigo: Cartão clonado: o que fazer nessas situações complicadas?

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

5 comentários

  1. Mônica

    As compras do cartão de crédito clonado do meu marido foram confirmadas. Quem deve ressarcir, a Visa ou o nosso banco? Obrigada!

  2. Patrícia de

    O cartão do meu marido foi clonado com um compra de 600 e poucos e uma dívida de 1.130 sendo que ele não tem dívidas ele tem que pagar isso ? Sendo que não foi ele e ele não tem dívida nenhuma em banco?

  3. Ronaldo

    Já tive cartão clonado, mas só descobri quando abasteci meu carro e o frentista informou que o cartão estava bloqueado. Houve falha da operadora em não me informar sobre o bloqueio. Todos as gastos que não reconheci, forma cancelados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.