Carta de demissão: veja os modelos e aprenda a fazer uma!

Pedir demissão é um momento complicado, mesmo que o motivo seja uma melhora na sua vida profissional ao mudar para um emprego melhor.

Mesmo assim, ainda há aquela sensação de estar renegando uma oportunidade que lhe foi dada e ninguém quer ser visto como mal-agradecido não é mesmo?

Continua após a publicidade:

Por isso, escrevemos este artigo para ensinar como tornar este momento constrangedor um pouco menos desconfortável e fazer do seu pedido de demissão um evento natural.

Fazendo da maneira certa, até uma abertura para um possível retorno pode surgir neste processo.

Continua após a publicidade

Pedido de demissão: quais são seus direitos?

Antes de mostrarmos os exemplos de carta de demissão, vamos esclarecer em quais circunstâncias ela é necessária.

O tipo de demissão que exige uma carta de pedido de demissão é a demissão voluntária.

Nestes casos, o empregado por vontade própria e sem coação decide deixar seu posto de trabalho.

O motivo dessa decisão não importa, contanto que ela seja legítima, ou seja, não haja nada pressionando de forma ilegal o empregado a sair do seu emprego.

Continua após a publicidade

Os direitos do trabalhador na demissão voluntária, são:

  • Saldo de salário: devido pelos dias trabalhados antes de pedir a demissão.
  • Férias proporcionais com adicional de 1/3: independentemente do tempo trabalhado.
  • 13º Salário proporcional.
  • Aviso prévio: vale ressaltar que o empregado deve avisar ao empregador o desejo de se desligar com 30 dias de antecedência. Caso não deseje cumprir o aviso trabalhado, pode pagar uma multa para a empresa e ser desligado de imediato.

Pedido de demissão nova lei

A nova lei trabalhista traz a possibilidade de acordo, também chamada de demissão consensual, entre o trabalhador e o empregador para que este não perca o direito a parte da multa do FGTS, dentre outros valores devidos apenas em casos de demissão sem justa causa.

Para entender melhor os tipos de demissão e seus direitos, acesse o artigo completo sobre o assunto: Demissão: veja como se preparar financeiramente e quais os seus direitos caso ocorra!

Como fazer uma carta de demissão?

Para saber como fazer uma carta de demissão é preciso saber qual o seu objetivo.

Bem, a carta de demissão serve como instrumento para informar à empresa o desejo do empregado de se desligar da mesma.

Continua após a publicidade

O motivo pelo qual o trabalhador está pedindo baixa é indiferente, por isso, não se sinta pressionado a revelá-lo ou entrar em muitos detalhes.

A carta pedido de demissão é assim denominada por ser considerada uma espécie de comunicado ao empregador, no qual o trabalhador expõe unilateralmente a decisão de extinguir a relação de emprego.

Não que este deva ser o primeiro passo em um processo de desligamento, mas ele formaliza a intenção da demissão.

Dessa forma, antes de apresentar a carta de demissão, converse com os gestores da empresa e deixe claro sua vontade de sair.

Continua após a publicidade

Essa conversa prévia pode, inclusive, render uma demissão consensual, sendo mais vantajoso para você.

Além de preparar os encarregados para a sua substituição, demonstra respeito e responsabilidade, pois as empresas funcionam com um determinado número de colaboradores e deixá-los desfalcados de uma hora para outra pode pegar mal para você.

Carta de demissão feita à mão

A primeira característica de uma carta demissão é a forma de ser escrita, que deve ser de próprio punho.

Mas não se preocupe, que este tipo de carta não costuma ser longa. Deve conter, no entanto, alguns elementos básicos, como:

  • Nome completo do requerente;
  • Nome da empresa;
  • Cargo ocupado na empresa;.
  • Assinatura do colaborador.

Objetividade

Outra norma que deve ser obedecida na confecção de um pedido de demissão escrito é a objetividade.

Continua após a publicidade

Este documento não tem fins terapêuticos, então, não o use como forma de desabafar sobre suas questões com a empresa, se este for o motivo da sua saída.

Não esqueça que as coisas mudam e sair mal de um emprego pode te impedir de voltar para este local em um futuro no qual os problemas que te incomodam no presente já não existam.

Assim, se for para escrever algo a mais do que o necessário, que sejam pontos positivos sobre a sua experiência dentro da empresa.

Ressalte aprendizados e feitos importantes, buscando deixar portas abertas caso precise retornar.

Se não tiver nada de bom para escrever, prefira ater-se ao básico exigido nestes casos, listado no tópico anterior.

Continua após a publicidade

Como descrever o porquê estou saindo?

Acima, frisamos que se não tem algo bom a dizer, você deve buscar dar apenas as informações essenciais, mas como fazer isto?

Bom, não há necessidade de explicitar o motivo do seu desejo de se desligar da empresa.

Então, apenas uma breve justificativa como: “por motivos pessoais/profissionais comunico o meu pedido de demissão”, já é considerada suficiente.

Reforçando, não há espaço neste instrumento para exposição de desavenças ou depreciação das relações pessoais ou de trabalho.

Continua após a publicidade

Não esqueça as cópias

O último ponto a ser observado é o número de cópias que devem ser feitas, o ideal é que você tire pelo menos duas xerox do documento.

Uma deve ficar com você e a outra pode ser pedida pelo sindicato no processo de averiguação da demissão.

A carta original, deve, no entanto, ser entregue no setor pessoal formalizando, assim, o pedido de demissão.

Modelo de carta de demissão

Já explicamos o que não pode faltar na sua carta de pedido de demissão e também o que não deve conter!

Continua após a publicidade

Vamos agora dar alguns exemplos, para ficar mais claro como se dá o processo.

1. Modelo de carta de demissão pronta simples: para quem vai cumprir o aviso prévio

“À ___________ (nome da empresa da qual deseja pedir demissão)

Prezado(s) Senhor(es),

Por razões pessoais/profissionais (escolha uma), comunico-o(s) formalmente, por meio desta carta, meu pedido de demissão, e, consequentemente meu desligamento do cargo de (nome do seu cargo na empresa) nesta companhia.

Declaro, ainda, que cumprirei o aviso prévio de acordo com a lei, no período compreendido entre __/__/____ (data de início) a __/__/____ (data de término).

 

___(Local)___, __ de ______ de ____ (dia, mês por extenso e ano).

(Assinatura do empregado que deseja a demissão)

(Nome completo do trabalhador a ser desligado por extenso)”

2. Modelo de carta de demissão pronta simples: para quem não quer cumprir o aviso prévio

“À ___________ (nome da empresa da qual deseja pedir demissão)

Prezado(s) Senhor(es),

Por razões pessoais/profissionais (escolha uma), comunico-o(s) formalmente, por meio desta carta, meu pedido de demissão, e, consequentemente meu desligamento do cargo de (nome do seu cargo na empresa) nesta companhia.

Peço, ainda, que se possível, considerem a dispensa de Aviso Prévio trabalhado, acatando o encerramento do contrato de trabalho de forma imediata.

Continua após a publicidade

 

___(Local)___, __ de ______ de ____ (dia, mês por extenso e ano).

(Assinatura do empregado que deseja a demissão)

(Nome completo do trabalhador a ser desligado por extenso)”

 

Vale ressaltar, que o cumprimento ou não do aviso prévio é prerrogativa da empresa.

Assim, para não sofrer o desconto das verbas indenizatórias pagas pela empresa, é preciso que esta esteja de acordo com a vontade do empregado.

Por isso, é preciso ainda mais tato em cartas de demissão que solicitam a dispensa deste que é um dever do empregado para com a empresa contratante.

3. Modelo de carta de pedido de demissão elaborada

Como já mencionamos, não é necessário, mas caso você deseje escrever uma carta de demissão mais completa, lembre-se de ressaltar os pontos positivos da sua experiência.

Um exemplo a ser seguido seria:

“À ___________ (nome da empresa da qual deseja pedir demissão)

Prezado(s) Senhor(es),

Por razões pessoais/profissionais (escolha uma), comunico-o(s) formalmente, por meio desta carta, meu pedido de demissão, e, consequentemente meu desligamento do cargo de (nome do seu cargo na empresa) nesta companhia.

Continua após a publicidade

Declaro, ainda, que cumprirei o aviso prévio de acordo com a lei (pode inserir o pedido de dispensa mostrado no tópico anterior), no período compreendido entre __/__/____ (data de início) a __/__/____ (data de término).

Gostaria, ainda, de agradecer pela oportunidade e confiança depositadas em mim, durante o tempo que trabalhei na empresa.

Ressalto, também, minha gratidão por (escreva algo que te inspira gratidão).

Trabalhar em um local tão preocupado com o crescimento pessoal de seus colaboradores me deu a oportunidade de aprender/participar (adicione eventos marcantes que participou em nome da empresa ou coisas que aprendeu com a experiência).

Por fim, deixo claro que os motivos que me levaram a tomar esta decisão são de natureza estritamente pessoal/profissional.

Continua após a publicidade

 

___(Local)___, __ de ______ de ____ (dia, mês por extenso e ano).

(Assinatura do empregado que deseja a demissão)

(Nome completo do trabalhador a ser desligado por extenso)”

4. Modelo de carta de demissão expressando tristeza em deixar a empresa

Outra circunstância que pode ocorrer é que o empregado não quisesse sair, mas por motivos de força maior decidiu pedir demissão.

Com isso, a carta pode expressar este sentimento de pesar ao sair do local de trabalho.

“À ___________ (nome da empresa da qual deseja pedir demissão)

Prezado(s) Senhor(es),

É com grande pesar que apresento este pedido de demissão do cargo de (nome do cargo que ocupa na empresa) que ocupo desde (insira a data que ingressou no cargo).

As razões deste pedido são de natureza estritamente pessoais/profissionais (escolha uma).

Gostaria, ainda, de agradecer toda a consideração e respeito que os colegas sempre demonstraram por mim.

Continua após a publicidade

Declaro, também, que cumprirei o aviso prévio de acordo com a lei (pode inserir o pedido de dispensa mostrado no tópico anterior), no período compreendido entre __/__/____ (data de início) a __/__/____ (data de término).

 

___(Local)___, __ de ______ de ____ (dia, mês por extenso e ano).

(Assinatura do empregado que deseja a demissão)

(Nome completo do trabalhador a ser desligado por extenso)”

5. Modelo de carta de demissão que você NÃO deve escrever

“À ___________ (nome da empresa da qual deseja pedir demissão)

Apresento por meio desta carta meu pedido de demissão. O motivo é simples: cansei deste ambiente tóxico.

Meu chefe é um folgado que não faz nada além de gritar e repassar todas as demandas para equipe, para ficar assistindo Netflix durante o horário de trabalho.

Declaro, também, que não tenho condições de cumprir o aviso prévio e peço dispensa de tal obrigação.

Continua após a publicidade

Minha saúde mental não suporta mais 30 dias neste ambiente que me trouxe uma perspectiva nova da vida, muito mais cinza e triste do que a que eu tinha antes.

Peço encarecidamente que tenha pena desta pobre alma que só quer se ver livre do desprazer que se tornou acordar todos os dias para vir trabalhar aqui.

 

___(Local)___, __ de ______ de ____ (dia, mês por extenso e ano).

(Assinatura do empregado que deseja a demissão)

(Nome completo do trabalhador a ser desligado por extenso)”

Mãos à obra

Agora você já sabe como escrever uma carta de pedido de demissão e, até mesmo, como não fazê-la.

No entanto, antes de tomar uma decisão tão importante, certifique-se que suas contas estão em dia, que sua reserva financeira consegue suprir seus gastos por um bom período e tenha um plano para se recolocar no mercado.

O Mobills te ajuda a ter o controle de suas finanças, para que este quadro geral de como anda sua saúde financeira não seja uma completa incógnita para você.

Baixe hoje o aplicativo ou use a versão web e comece a planejar seus próximos passos na carreira, sem passar aperto.

Publicidade