BOVA11 ou BOVV11 – qual o melhor ETF?

BOVA11 ou BOVV11? Confira as principais características desses ETFs negociados na Bolsa de Valores brasileira e qual o melhor para você!

Luana de Oliveira
Luana de Oliveira

BOVA11 ou BOVV11 – qual o melhor ETF?

Existem diversas formas de investir o se dinheiro na Bolsa de Valores, seja comprando, ações, contratos futuros, dólar ou até mesmo ETF – um ativo que pode ser motivo de várias dúvidas para os novos investidores.

De forma objetiva, o ETF é a sigla para Exchange Traded Funds, que significa Fundos Negociados em Bolsa. Então, se você escolhe aplicar o seu dinheiro neste fundo de índice, estará investindo em um grupo de ativos sem que seja necessário comprar cada um individualmente.

Continua após a publicidade

Para entender melhor sobre este investimento, vamos apresentar os ETFs BOVA11 e BOVV11, além de falar um pouco sobre os demais fundos de índice: BOVB11 e XBOV11.

BOVA 11: o que é?

O iShares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11) é um ETF que apresenta performance semelhante ao Ibovespa (IBOV), o principal índice da Bolsa de Valores Brasileira (B3).

Continua após a publicidade

Devido a esta característica, muitos investidores entendem que o BOVA11 é uma maneira indireta de se investir no IBOV em relação a outros investimentos, como as ações que o compõe ou em contratos futuros.

Outro ponto interessante sobre este ativo é a oportunidade de começar a investir com pouco dinheiro, já que sua cota custa pouco mais de R$ 100 (dezembro/2020).

Além disso, sua taxa de administração, que antes era de 0,54%, foi reduzida para 0,30% ao ano, diminuindo os custos do investimento. Essa ação foi necessária para que este fundo de índice não perdesse competitividade.

O BOVA11 foi criado em 2008 e inaugurou o mercado financeiro brasileiro de ETFs. Apesar de ser um dos pioneiros na economia brasileira, apenas nos últimos anos começou a ser reconhecido pelos investidores.

Continua após a publicidade

Consequentemente, o BOVA11 conseguiu ganhar liquidez e, ainda, conquistar um patrimônio elevado em relação aos concorrentes, chegando a R$ 14 bilhões em patrimônio líquido em dezembro de 2020.

Esse ETF é gerenciado pela BlackRock, uma empresa americana que possui na carteira as ações brasileiras mais negociadas, principalmente os ativos que compõem o Ibovespa. Por isso, podemos salientar, mais uma vez, a sua semelhança sobre o desempenho do índice.

E o BOVV11?

O It Now IBOVESPA Fundo de Índice – BOVV11 é um dos fundos de índice negociados na Bolsa de Valores. Como o BOVA11, este ETF também espelha o desempenho do índice Ibovespa (IBOV).

Esse ETF, criado em 2016, é gerido pela instituição financeira Itaú Unibanco S.A. Sua carteira é composta pelas 10 ações com maior volume negociado e liquidez que compõem o IBOV. Sua taxa de administração é de 0,30% ao ano.

Continua após a publicidade

Investidores interessados em adquirir cotas do fundo podem realizar a compra no mercado primário, investindo em lotes a partir de 50 mil cotas. Porém, também é possível adquirir este fundo de índice no mercado secundário, comprando lotes a partir de 1 cota com o código BOVV11 via home broker.

Vale lembrar que ETFs não possuem isenção de Imposto de Renda para investidores que venderam até R$20 mil reais, como acontece com as ações. Assim, a alíquota é de 15% sobre o lucro obtido na venda.

BOVB11 e XBOV11

Esses dois ETFs possuem a mesma política de investimento do BOVA11 e do BOVV11, procurando replicar os movimentos do IBOV em sua carteira.

Porém, todos diferem em porcentagem dos ativos na carteira do fundo e na sua gestão.

Continua após a publicidade

O BOVB11 é o ETF Bradesco Ibovespa Fundo de Índice, gerido pela BRAM – Bradesco Asset Management S.A..

Já o XBOV11 é o CAIXA ETF Ibovespa Fundo de Índice, gerido pela Caixa Econômica Federal.

A seguir, vamos entender mais sobre suas diferenças.

Principais diferenças entre: BOVA11, BOVV11, BOVB11 E XBOV11

Além das características já mencionadas acima, existem outras diferenças entre esses ETFs que vale a pena explorar.

Podemos citar, por exemplo, diferenças nas taxas de administração cobradas, bem como sua liquidez e composição de carteira.

Continua após a publicidade

Liquidez

Essa característica diz respeito ao volume de negociação do ativo, ou seja, o quanto ele é comprado ou vendido. Basicamente, é a capacidade de transformar seu investimento em dinheiro e vice-versa.

Nesse caso, para quem procura por investimento que possui grande liquidez, o ETF BOVA11 é o mais indicado. Isso porque esse ativo possui o maior patrimônio líquido e quantidade de cotistas, apresentando, então, uma maior facilidade de negociação.

Taxa de administração

Muitos investidores procuram por aplicações que possuem baixa cobrança de taxas, com o intuito de maximizar os seus resultados. No caso dos ETFs, esse fator é um dos que diferencia sua rentabilidade daquela do Ibovespa.

Por isso, o ETF que sai na frente, nesse caso, é o BOVB11, já que a sua taxa de administração é de apenas 0,20% ao ano.

Continua após a publicidade

No entanto, é preciso salientar que este ETF foi criado em 2019, bastante recente. Portanto, ele possui menor liquidez.

Confira, abaixo, as taxas de todos os fundos mencionados:

  • BOVA11: 0,30% ao ano;
  • BOVV11: 0,30% ao ano;
  • XBOV11: 0,50% ao ano;
  • BOVB11: 0,20% ao ano.

Carteira de ações

Apesar de cada ETF ter na sua carteira em maior quantidade os ativos que remetem o IBOV, é interessante que se faça uma avaliação de todo o cenário. Desta forma, você tem maior conhecimento sobre toda a rentabilidade da aplicação.

Por exemplo, o BOVV11 é formado pelos seguintes setores de índice:

  • Bancos – 19%;
  • Exp Ref e Distr – 11%;
  • Minerais Metálicos –  11%;
  • Serviços Financeiros Diversos – 7%;
  • Energia Elétrica – 5%;
  • Eletrodomésticos – 4%;
  • SM Hospital – 3%;
  • Carnes e Derivados – 3%;
  • Cervejas e Refrigerantes – 2%;
  • Papel e Celulose – 2%.

Por isso, é muito importante que seja analisado o momento do mercado para esses setores, pois essa é uma das formas de entender se é um bom momento para investir no índice.

Lembrando que essa análise, em determinados casos, pode ser agregada pelo auxílio de profissionais capacitados, como analistas do mercado financeiro.

Continua após a publicidade

BOVA11, BOVV11, BOVB11 E XBOV11 – ações que compõem cada fundo

A Bolsa de Valores Brasileira (B3) dispõe de vários dados sobre os ETFs em seu site. Entretanto, para conseguir determinadas informações, será preciso fazer uma pesquisa mais detalhada pela internet. Por exemplo, alguns dados estão apenas no site da empresa gestora.

No dia 28 de dezembro de 2020, a equipe do iDinheiro realizou uma pesquisa sobre as ações que compõem cada ETF. Confira abaixo os 10 principais papéis de cada um:

BOVA11

  • VALE3 – 12,91%
  • ITUB4 – 6,98%
  • PETR4 – 5,86%
  • BBDC4 – 5,42%
  • B3SA3 – 4,68%
  • PETR3 – 4,58%
  • ABEV3 – 3,10%
  • MGLU3 – 3,07%
  • ITSA4 – 2,42%
  • BBAS3 – 2,29%

BOVV11

  • VALE3 – 12%
  • ITUB4 – 7%
  • PETR4 – 6%
  • BBDC4 – 5%
  • B3SA3 – 5%
  • PETR3 – 4%
  • MGLU3 – 3%
  • ABEV3 – 3%
  • WEGE3 – 3%
  • ITSA3 – 2%

BOVB11

  • VALE3 – 15%
  • ITUB4 – 12%
  • BBDC4 – 8%
  • ABEV3 – 7%
  • PETR4 – 7%
  • PETR3 – 4%
  • B3SA3 – 4%
  • ITSA4 – 4%
  • BBAS3 – 3%
  • UGPA3 – 2%

XBOV11

  • VALE3 – 10%
  • B3SA3 – 6%
  • ITUB4 – 6%
  • BBDC4 – 5%
  • PETR4 – 5%
  • MGLU3 – 3%
  • ITSA4 – 3%
  • ABEV3 – 3%
  • WEGE3 – 3%
  • BBAS3 – 3%

Vantagens e desvantagens ao investir em ETF

Para investir no BOVA11 ou BOVV11, por exemplo, é interessante que conheça todas as características. Os detalhes podem te ajudar a entender se investir em ETF realmente encaixa nas suas expectativas e objetivos.

De forma geral, vamos apresentar algumas vantagens e desvantagens sobre esse tipo de investimento. Acreditamos que alguns critérios pontuados podem te ajudar na tomada de decisão.

Continua após a publicidade

Reinvestimento dos dividendos

Alguns fundos possuem ações que pagam dividendos, isto é, ações que distribuem uma parte dos lucros de uma empresa para os acionistas.

O BOVA11, por exemplo, é um ETF que investe em ações, e, ao longo do tempo, recebe os dividendos desses papéis. Conforme a regulamentação dos ETFs, não existe o repasse deste valor para os investidores. O que acontece neste caso é a utilização deste dinheiro para comprar mais ações para o fundo.

Essa pode ser uma vantagem, pois você não tem o trabalho de reinvestir seus dividendos sozinho, mas também representa uma desvantagem, já que você não consegue decidir onde aportar esse dinheiro.

Diversificação da carteira

O ETF é uma boa opção para diversificar a carteira de investimentos. Como não é uma aplicação tão tradicional, você pode adicioná-lo à sua carteira junto a outros tipos de aplicações.

Continua após a publicidade

Além disso, pode ser uma boa opção para quem ainda não se sente apto a comprar ações por conta própria, mas, ainda assim, tem interesse em comprar ativos de renda variável.

Tributado no Imposto de Renda

Em se tratando de tributação, os investidores de ETF precisam pagar Imposto de Renda (IR) de 15% sobre o lucro na aplicação.

Lembrando que a tributação é obrigatória para todos que realizam a venda do ETF na Bolsa de Valores. Isso porque os fundos de índice não têm isenção em vendas de até R$ 20 mil, como acontece com as ações.

Por outro lado, não há cobrança de IOF, nem de come-cotas nos ETFs.

Liquidez do ativo

Como já abordamos logo acima, o ETF ainda não é um investimento tão popular quanto outros tipos de fundos. Por causa disso, alguns fundos de índice apresentam pouca liquidez no mercado.

Continua após a publicidade

A nossa dica é que leve em consideração essa situação, pois você pode ter dificuldades na hora de encontrar alguém interessado em comprar suas cotas.

Como investir em BOVA11 ou BOVV11?

Para investir em ETF, seja o BOVA11 ou BOVV11 (ou qualquer outro), é bastante simples. No primeiro momento, você precisa escolher a corretora que possui este tipo de ativo disponível para negociação.

Quem já comprou ações pela internet não terá dificuldades, porque o processo é exatamente o mesmo. Então, com sua conta aberta em uma Corretora de Valores, transfira uma quantia de dinheiro. Em seguida, busque pelo ETF do seu interesse e defina quanto dinheiro deseja investir.

Parece muito simples né? Mas, para deixar o processo ainda mais simplificado, vamos apresentar um passo a passo sobre como investir em ETF através da corretora Clear. Vamos lá?

Continua após a publicidade

1- Logado na plataforma da Clear, clique em Operações > Renda Variável > Swing Trade.

imagem da plataforma da corretora clear

2 – Clique em “novo ativo” e digite o código do ETF que deseja fazer a negociação. Para confirmar, clique em “adicionar ativos”.

detalhe da plataforma da corretora clear

4 – Do lado direito, você vê o book de ofertas, representando as negociações em tempo real. À esquerda, está a boleta de compra. Selecione a quantidade que deseja comprar e o preço que gostaria de pagar, de acordo com o book de ofertas. Em seguida, clique em comprar. Pronto!

imagem da boleta de ordem de compra do bova11 e book de ofertas

Fácil, certo? Agora você está mais preparado para fazer seu investimento em ETF!

Conclusão

Como vimos, o ETF é um tipo de investimento muito fácil e prático de ser feito. Porém, é preciso pesquisar bem e ter segurança ao escolher essa aplicação.

Continua após a publicidade

Antes de começar a investir em BOVA11, por exemplo, você precisa analisar como está o mercado financeiro. Caso as ações que fazem parte deste ETF estejam em queda, então é provável que a rentabilidade sofra com esta situação.

Outras situações que podem influenciar o desemprenho do índice é a movimentação do dólar, dos juros, e até mesmo da inflação.

Por outro lado, se os ativos que compõem o ETF estejam com ótimo desempenho, pode ser uma boa oportunidade para investir. Portanto, não deixe de avaliar o cenário antes de qualquer decisão tomada.

Como falamos antes, o ETF pode ser uma boa escolha para quem tem pouco ou nenhum conhecimento em renda variável, mas, ainda assim, o ideal é que você continue sempre aprimorando seus conhecimentos. Assim, poderá fazer escolhas cada vez melhores!

Para te ajudar nesse caminho, assine a newsletter do iDinheiro e receba muito conteúdo sobre finanças e investimentos toda semana!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.