Notícias

BB oferece mais R$ 3,7 bilhões em empréstimos para MPEs

Fabíola Thibes
emprestimos mpe

WhatsappLinkedInTwitterFacebookCom o objetivo de auxiliar os pequenos negócios, o Banco do Brasil anunciou uma linha de crédito que chegará a R$ 3,7 bilhões. O empréstimo é para micro e pequenas empresas (MPEs), por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). O anúncio foi feito na quarta (1). Já […]

Com o objetivo de auxiliar os pequenos negócios, o Banco do Brasil anunciou uma linha de crédito que chegará a R$ 3,7 bilhões. O empréstimo é para micro e pequenas empresas (MPEs), por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

O anúncio foi feito na quarta (1). Já na divulgação da iniciativa, 45 mil empresas sinalizaram interesse na linha de crédito. Além disso, o BB autorizou 1,5 mil contratos. O valor médio é de R$ 46 mil.

Continua após a publicidade:

O Pronampe foi criado durante a pandemia do novo coronavírus e já estava sendo trabalhado pela Caixa Econômica Federal. Nessa outra instituição financeira, já foram realizadas mais de 1,5 mil operações.

Detalhes do empréstimo para pequenas empresas

O empréstimo do BB será destinado a empresas com faturamento de até R$ 4,8 milhões. Aqui, também estão incluídos os Microempreendedores Individuais (MEIs). 

O total máximo a ser contratado é de 30% da receita obtida em 2019. A taxa de juros é baixa, até mesmo porque o banco anunciou há poucos dias a redução dos índices devido à queda na Selic.

O valor efetivamente a ser cobrado é equivalente à Selic mais 1,25% ao ano. Atualmente, a taxa básica de juros está em 2,25% ao ano.

O cliente terá 8 meses de carência e mais 28 meses para pagar as parcelas. A única exigência para a contratação é manter o número de empregados. Por isso, se dois forem demitidos, outros dois precisam ser contratados para manter a quantidade. Caso a regra seja ignorada, a empresa terá que quitar o saldo restante das parcelas à vista.

Restrições do Pronampe

As empresas que desejarem contratar a linha de crédito deverão passar por uma análise de crédito, de acordo com as políticas estabelecidas pelo BB. Segundo o vice-presidente de varejo do banco, Claudio Motta, a inadimplência poderá ser considerada.
Apesar disso, ele também afirmou que a avaliação poderá ser flexibilizada. “O histórico do cliente no limite de crédito é sempre levado em contato. Por isso, a gente não é inflexível. Algumas restrições passam por uma eventual flexibilização por parte da própria agência”, destacou.

O Pronampe foi criado com base em um sistema de garantias formado por dinheiro público. O governo federal liberou R$ 15,9 bilhões de fundo, a fim de cobrir até 85% dos riscos de inadimplência.

O dinheiro emprestado é do próprio banco, mas tem a segurança do Fundo Garantidor de Operações (FGO). Caso queira contratar o Pronampe, é preciso acessar o site do Banco do Brasil. Ali, você também poderá ver uma simulação de valores, com descrição da primeira prestação.

Depois de conferir as informações, vá a uma agência do Banco do Brasil. Caso não tenha uma conta, será necessária abri-la. Uma observação é que o BB deixa indisponível essa alternativa para quem tem Conta Fácil MEI.

Com essas informações, o empréstimo para MPEs se torna mais uma possibilidade. Em breve, outros bancos também devem informar que trabalharão com o Pronampe.

Achou interessante e quer ler outras notícias? Assine a Newsletter do iDinheiro e continue se atualizando!

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *