Em um universo cada vez mais integrado com a tecnologia, os bancos digitais estão buscando oferecer aplicativos cada vez mais completo para seus correntista, visando o maior competitividade neste cenário, com os SuperApps. 

Assim, essas instituições financeiras estão buscando disponibilizar diferentes produtos e serviços não financeiros em suas plataformas, com o objetivo de fidelizar e atrair cada vez mais clientes para suas plataformas. 

Continua após a publicidade:

Essa parceria costuma acontecer entre os bancos digitais e empresas de diferentes segmentos, fazendo com que o conceito de “SuperApps” se torne cada vez mais real, já que a popularidade e busca por essas soluções estão aumentando no mercado. 

O que é o conceito do “SuperApp”?

Investindo cada vez mais nesse mercado, o conceito do “SuperApp” diante dos bancos digitais, é poder oferecer uma solução cada vez mais completa, que vá além dos serviços financeiros da própria instituição.

Continua após a publicidade

Ou seja, através da utilização desses canais, principalmente através de smartphones, os consumidores poderão fazer compras nas mais diferentes varejistas do País, acumulando diferentes vantagens, como milhas, cashbacks em compras nos parceiros, recarga de celular e até mesmo descontos em produtos do banco digital.

Desta forma, o cliente consegue resolver todas as suas questões em um único local, passando mais tempo dentro do aplicativo e explorando diferentes possibilidades de criar maiores vínculos com esses bancos digitais. 

A atuação dos bancos digitais em relação ao “SuperApp”

Apesar do conceito ser novo no Brasil, algumas instituições já estão começando a implementar essas soluções em seus aplicativos e passando a educar o correntista diante das novas possibilidades. 

De acordo com Carlos Giovan, presidente do Digio, um dos grandes destaques desses aplicativos é que eles realmente precisam ser leves e práticos, levando em consideração que cada vez mais, as pessoas dedicam espaços mais limitados à aplicativos de controle financeiro e bancos. 

Continua após a publicidade

“Temos que ter uma boa percepção do consumidor, e assim, garantir que ele encontre o que realmente precisa em uma plataforma capaz de economizar em todos os sentidos”.

Outro banco que vem trabalhando em transformar a experiência do usuário com a plataforma em um “SuperApp”, é o Banco Next.

Para isso, a instituição vem trabalhando em ofertas personalizadas e de acordo com o perfil do público alvo, para que além de se tornar um canal de comunicação, seja realmente algo relevante para o usuário. 

“Nossa ambição é a de sermos um ícone de primeira tela para o cliente, estando sempre entre um dos primeiros aplicativos acessados no dia. E para que isso possa acontecer, não podemos ser apenas um aplicativo de serviços financeiros.

Continua após a publicidade

Objetivos futuros

Levando isso em consideração, algumas empresas acreditam que os SuperApps podem ser comparados no futuro próximo ao WeChat, aplicativo de mensagens utilizado no universo asiático que se transformou em uma solução completa, onde usuários podem recarregar celulares, pedir comida e até mesmo, solicitar um táxi. 

Para o presidente do PagBank, a operação e adequação dos brasileiros à novas tecnologias, deve facilitar essa implementação no mercado. 

“Os brasileiros ainda estão conhecendo o conceito de SuperApps, mas acredito que em breve, o conceito já se torne algo muito mais habitual na vida das pessoas”, disse.

Sendo assim, podemos esperar que os bancos digitais investirão ainda mais em soluções integralizadas para fidelizar seus consumidores em suas instituições. 

Quer continuar acompanhando as novidades sobre os bancos digitais? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro. 

Publicidade