Notícias

Cadastro para receber auxílio emergencial termina hoje

Karina Carneiro
auxilio emergencial prazo

WhatsappLinkedInTwitterFacebookApesar da prorrogação do pagamento das parcelas, o cadastro para fazer a solicitação do auxílio […]

Apesar da prorrogação do pagamento das parcelas, o cadastro para fazer a solicitação do auxílio emergencial termina hoje (02/07). Depois dessa data, o site do programa só poderá ser utilizado para acompanhar os pagamentos do benefício ou para verificar o processamento do pedido.

Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, os pedidos que forem feitos até data limite, serão analisados normalmente.

Continua após a publicidade:

“A partir deste dia, o cadastramento para o auxílio emergencial será fechado e todas as pessoas que estiverem na lista da Dataprev terão uma resposta. 

De acordo com o Ministério da Cidadania, é possível que o pedido seja recusado por algum motivo específico. Porém, também será aberto o benefício de contestação do auxílio emergencial após esse período. 

O auxílio emergencial é um programa criado pelo Governo Federal para ajudar profissionais autônomos e beneficiários do Bolsa Família durante a crise causada pelo coronavírus.

Parcelas prorrogadas não serão válidas para novos benefícios

Nesta semana, também houve o anúncio de que as parcelas referentes ao auxílio emergencial foram prorrogadas

Porém, só terá direito ao benefício específico, quem já está cadastrado no programa e se encontra recebendo a quantia específica.

Como fazer o cadastro do auxílio emergencial?

Para fazer o seu pedido de auxílio emergencial, você precisará acessar o site oficial ou baixar o aplicativo do programa, preenchendo todas as informações e anexando cópias dos documentos solicitados. 

Já quem não tiver acesso aos meios digitais fornecidos, poderá fazer a solicitação do auxílio emergência através de uma agência dos Correios de maneira gratuita. 

Quem tem direito ao benefício?

Quem pode fazer a solicitação para participar do programa, são pessoas que se enquadram dentro dos requisitos abaixo:

  • Ser maior de 18 anos de idade;
  • Ter CPF regularizado;
  • Não ter emprego formal;
  • Não ser titular de benefício previdenciário ou assistencial, com exceção do Bolsa Família;
  • Ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135);
  • Não ter tido recebimentos de rendimentos tributáveis em 2018 maiores que R$ 28.559,70.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *