Notícias

Auxílio emergencial: atualização do app Caixa Tem libera transferência de até R$ 1.200

Victor Leitão
ilustração simbolizando o tema atualização do app Caixa Tem

Antes do lançamento dessa nova atualização do app, não existia a possibilidade de se transferir mais de R$ 600 por dia para outras contas.

Artigo originalmente publicado em blog.mobills.com.br. Conteúdos e comentários foram integralmente mantidos.

Auxílio emergencial: atualização do app Caixa Tem libera transferência de até R$ 1.200

 

Como você deve ter visto na notícia que publicamos mais cedo, a Caixa Econômica Federal liberou uma nova versão do aplicativo Caixa Tem, visando reduzir as filas de espera online.

Acontece que, antes do lançamento dessa nova atualização do app, não existia a possibilidade de se transferir mais de R$ 600 por dia para outras contas.

Continua após a publicidade:

Isso acabava prejudicando os beneficiários que recebiam os valores de R$ 1.200, pois eram obrigados a fazer duas operações de transferência, uma a cada dia, para conseguir enviar o dinheiro para a conta de sua preferência.

Contudo, agora será possível a transferência do valor integral recebido por mães ou pais chefes de família, visto que a nova versão traz essa funcionalidade.

Como atualizar o aplicativo Caixa Tem

O processo de atualização do app Caixa Tem é muito simples.

Basta você acessar a loja de aplicativos no seu smartphone e clicar no botão para iniciar o download da nova versão.

Sobre o auxílio emergencial

O auxílio emergencial consiste em um benefício (pago pelo Governo Federal) que será concedido – inicialmente por 3 meses – aos brasileiros mais vulneráveis, visando amenizar a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Links para inscrição

Os trabalhadores que não tiverem acesso à internet também poderão fazer o cadastro nas agências da Caixa ou nas casas lotéricas.

Além disso, a Caixa disponibilizou o telefone 111, para tirar as dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencial.

Contudo, não será possível se inscrever pelo telefone, apenas tirar dúvidas.

Obs.: Aquelas pessoas que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único, não precisam se inscrever pelo aplicativo.

Quais são os requisitos para receber o auxílio emergencial?

O trabalhador informal que desejar receber o benefício deverá cumprir todos os requisitos a seguir:

  1. Ser maior de 18 anos;
  2. Não ter emprego formal (Carteira assinada ou contrato de trabalho);
  3. Não receber benefício previdenciário (aposentadoria) ou assistencial (Benefício de Prestação Continuada), seguro-desemprego ou programa de transferência de renda federal, exceto o Bolsa-família.
  4. Ter renda por pessoa de até meio salario mínimo (R$ 522,50) ou renda total do grupo familiar (pessoas que moram na mesma casa) de até 3 salários mínimos (R$ 3.135).
  5. Não ter recebido, no ano de 2018, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, ou seja, não tenha tido obrigação de preencher a Declaração de Imposto de Renda 2019.
  6. Exercer atividade na condição de: MEI ou contribuinte individual ou segurado facultativo do INSS ou trabalhador informal cadastrado no CadÚnico do governo federal até o último dia 20 de março.

Se o trabalhador informal não possui o CadÚnico, ainda poderá, por meio de autodeclaração, pleitear o auxílio emergencial.

Obs.: Quem tiver contrato de trabalho intermitente inativo (como garçons, atendentes e outros profissionais que atuam e recebem conforme a demanda), ou seja, se estiver sem remuneração, também poderá receber.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *