greve dos correios

fachada dos correios, representando contas e encomendas com greve dos correios

Contas e encomendas com greve dos Correios: como fica?

Funcionários dos Correios decretaram greve segunda-feira, 17. E, de acordo com a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares), não há previsão para o encerramento. Com isso, os consumidores precisam prestar atenção no prazo de entrega de contas e encomendas. Segundo o Procon-SP, caso os serviços dos Correios sejam contratados e não forem prestados, o cliente tem direito ao abatimento ou ressarcimento do valor pago. Já em casos de danos materiais ou morais ocasionados pela falta de prestação do serviço, também é possível solicitar indenização por meio da Justiça. Como ficam as contas e encomendas com

fachada dos correios, representando greve dos correios

Funcionários dos Correios entram em greve em todo o Brasil

Os funcionários dos Correios entram em greve em todo o país. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT), que fez o anúncio às 21 horas da última segunda-feira, não há previsão para fim da paralisação. Grevistas são contra a privatização da estatal e pedem que direitos trabalhistas sejam garantidos. Funcionários reclamam de “negligência com a saúde dos trabalhadores” na pandemia. Segundo entidade, sindicatos tentam dialogar desde julho, mas não houve retorno da direção dos Correios. Federação alega que funcionários foram surpreendidos em agosto com a revogação do atual Acordo Coletivo que estaria em vigência

+ Destaques iDinheiro