Aplicativos retirados da Google Play: empresa remove ameaças

Lista de aplicativos retirados da Google Play foi divulgada pela empresa, que removeu 17 programas maliciosos. Saiba mais detalhes a seguir.

LinkedIn
Ana Júlia Ramos

Reforçando medidas de segurança digital, 17 aplicativos foram retirados da Google Play. Os programas estavam disponíveis para aparelhos compatíveis com o sistema operacional Android e não cumpriam com as regras da plataforma.

O Portal Exame reuniu a lista com os nomes, e vamos falar sobre eles a seguir. As categorias são diversas e alguns deles já tinham mais de 200 mil instalações.

Continua após a publicidade

São programas de editar imagens, criar emojis ou gerenciar contatos no celular, por exemplo.

Aplicativos retirados da Google Play: veja a lista

O movimento para retirar os apps da loja virtual do Google foi realizado em duas etapas durante os meses de julho e setembro.

A primeira delas, responsável por retirar 11 programas, foi feita no começo de julho. A segunda, por sua vez, foi realizada no início de setembro.

Os programas estavam infectados com um arquivo malicioso, que poderia operar de forma oculta e em segundo plano, ou seja, impedindo que o usuário tenha conhecimento das transações perigosas. Assim, sem saber, o dono do aparelho assinava serviços pagos e sofria esse prejuízo.

Confira a lista completa:

  • App Locker;
  • Cheery Message (duplicado na loja);
  • file. recovefiles;
  • hmvoice.friendsms;
  • Contact Message;
  • Convenient Scanner 2;
  • Emoji Wallpaper;
  • Fingertip GameBox;
  • Image Compress;
  • Loving Message;
  • Push Message – Texting & SMS;
  • Relaxation Message;
  • Remind Alarm;
  • Safety AppLock;
  • Separate Doc Scanner;
  • Training Memory.

Ainda de acordo com a Exame, recomendação de especialistas de segurança é que o usuário faça a desinstalação do programa.

Isso ocorre por um motivo simples: mesmo que ele tenha sido deletado da loja de apps, quem fez a instalação anteriormente pode continuar fazendo o acesso pelo celular.

Nesse caso, então, continuará se expondo e sendo vulnerável aos ataques de quebra de segurança.

Gostou desta notícia sobre os aplicativos retirados da Google Play? Então, assine a newsletter do iDinheiro para receber mais conteúdos do tipo diretamente no seu e-mail.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.