Direitos

Aplicativo Caixa Tem apresenta falhas ao distribuir o FGTS emergencial

Victor Leitão
Foto do app Caixa Tem simbolizando o tema por que aplicativo Caixa Tem apresenta falhas

Aplicativo Caixa Tem apresenta falhas para usuários durante a distribuição do FGTS emergencial. Entenda os principais bugs e correções.

Artigo originalmente publicado em blog.mobills.com.br. Conteúdos e comentários foram integralmente mantidos.

Aplicativo Caixa Tem apresenta falhas ao distribuir o FGTS emergencial

 

Recentemente, o aplicativo Caixa Tem enfrentou algumas falhas na entrega do auxílio emergencial.

Segundo os usuários, o sistema apresentava uma fila demorada de espera, além de erros ao acessar a conta e pagamento de boletos e, principalmente, atraso no pagamento do benefício.

Em nota, a Caixa Econômica informou que de fato houveram problemas pontuais por conta da sobrecarga de acessos no sistema.

Continua após a publicidade:

A Caixa afirmou que “Todavia, os usuários puderam concluir as operações em novas tentativas ao longo do dia com a normalização do volume. O banco implementa continuamente melhorias nas soluções de tecnologia, mas, considerando o grande volume de acessos, podem ocorrer intermitências no serviço nos momentos de maior concentração”

De acordo com a instituição, o aplicativo Caixa Tem fica disponível todos os dias e a qualquer hora para os usuários.

Continua após a publicidade

Aplicativo Caixa Tem apresenta falhas: Reclamações de usuários

Nas redes sociais, diversos trabalhadores reclamaram das falhas no aplicativo Caixa Tem durante o pagamento do FGTS emergencial.

“Não consigo ver meu saldo no Caixa Tem e faço aniversário em janeiro. Mandaram eu entrar no link do aplicativo e tirar foto do meu documento e enviar pelo WhatsApp da Caixa, mas até agora está em análise”, comentou um dos usuários no Twitter.

Além disso, outros usuários se queixaram do sistema adotado pelo governo ao distribuir o benefício:

“Inventaram uma fila no aplicativo Caixa Tem do #auxílioemergencial, UMA FILA!

Fora que os nascidos em novembro/dezembro irão poder transferir/sacar o dinheiro somente no meio de setembro.

Continua após a publicidade

A fome tem pressa!”.

Diversas outras queixas foram feitas por outros beneficiários, que não conseguiam acessar o aplicativo, dizendo que não havia CPF cadastrado.

Além disso, mesmo quem conseguiu acessar o app Caixa Tem, passou por dificuldades em alguns momentos.

Informava-se que o cancelamento do FGTS emergencial havia sido feito com sucesso, mesmo que não houvesse o pedido.

Ocorreram, também, casos como o de Jonathan Lima, que mora com o pai e teve seu trabalho atingido pela pandemia do novo Covid-19 e contava com o acesso ao dinheiro para pagar suas contas.

Continua após a publicidade

“Desde ontem, todas as vezes em que consegui acessar, deu erro na visualização do saldo. Mesmo assim, tentei fazer pagamentos de boletos. Insisti 15 vezes, mas apareceu que minha conta não estava autorizada”, disse Jonathan.

Na conta oficial da Caixa Econômica no Twitter foi possível encontrar orientações para que os usuários acessassem o link do Caixa Tem.

Ademais, afirmou-se que no próprio aplicativo os beneficiários podem observar a opção “Preciso de ajuda” e “problemas com o cadastro” para resolver os problemas imediatamente.

Calendário do FGTS emergencial

O saque emergencial do FGTS foi aprovado pelo governo como medida de contenção aos impactos da crise do Covid-19.

Continua após a publicidade

Assim, quem possui conta no Fundo de Grantia poderá retirar o valor de até um salário mínimo, de forma antecipada.

A retirada deve seguir o calendário definido pelo governo, que se baseia na data de nascimento dos trabalhadores, confira:

  • Janeiro – Uso Digital: 29 de junho – Saques e transferências: 25 de julho
  • Fevereiro – Uso Digital: 6 de julho – Saques e transferências: 8 de agosto
  • Março – Uso Digital: 13 de julho – Saques e transferências: 22 de agosto
  • Abril – Uso Digital: 20 de julho – Saques e transferências: 5 de setembro
  • Maio – Uso Digital: 27 de julho – Saques e transferências: 19 de setembro
  • Junho – Uso Digital: 3 de agosto – Saques e transferências: 3 de outubro
  • Julho – Uso Digital: 10 de agosto – Saques e transferências: 17 de outubro
  • Agosto – Uso Digital: 24 de agosto – Saques e transferências: 17 de outubro
  • Setembro – Uso Digital: 31 de agosto – Saques e transferências: 31 de outubro
  • Outubro – Uso Digital: 8 de setembro – Saques e transferências: 31 de outubro
  • Novembro – Uso Digital: 14 de setembro – Saques e transferências: 14 de novembro
  • Dezembro – Uso Digital: 21 de setembro – Saques e transferências: 14 de novembro

Vale ressaltar que o saque e as transferências também vão demandar o uso do aplicativo Caixa Tem para que a operação seja liberada.

Pessoas que não tiverem interesse em receber o FGTS emergencial devem informar a Caixa até 10 dias antes da liberação do seu crédito.

Entretanto, caso a conta não tenha nenhuma movimentação até 30 de novembro, terá seu valor estornado para o Fundo.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *