Notícias

Alta no preço dos alimentos: arroz e óleo tiveram o maior aumento em setembro

Isabella Proença
Isabella Proença
arroz, representando alta no preço dos alimentos

A alta no preço dos alimentos em setembro superou a média de projeções de consultorias e instituições financeiras. Confira detalhes sobre.

A alta no preço dos alimentos é geral e impactado o orçamento de consumidores em todo país. Em setembro, as comidas mais caras foram o arroz, o óleo de soja e o tomate — que fazem parte do dia a dia de grande parte dos brasileiros.

Outros alimentos como leite longa vida, carnes, bombom e chocolate em barra também fazem parte da lista.

Continua após a publicidade

Nesta sexta-feira, 9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou uma listagem com estas variações de preço. Confira-a na íntegra, abaixo.

Alta no preço dos alimentos em setembro

AlimentoVariação de preço em agostoVariação de preço no ano
Óleo de soja27,54%51,3%
Arroz17,98%40,69%
Tomate11,72%25,55%
Leite longa vida6,01%30,38%
Chocolate em barra e bombom4,78%7,01%
Carnes4,53%2,55%
Queijo3,29%6,48%
Leite em pó3,09%11,85%
Carnes e peixes industrializados2,889,62
Frango inteiro2,25,86
Fonte: IBGE

Em setembro, a aceleração do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) foi maior do que a esperada (+0,64%), depois de registrar em agosto a alta de 0,24%.

Essa foi a maior alta da inflação dos meses de setembro em 17 anos. A última havia sido em 2003 (+0,78%).

O resultado ultrapassou a média de projeções de instituições financeiras e consultorias, que era de +0,54%. As estimativas variavam entre 0,40% e 0,65%.

Expectativas para o fim de ano

Os valores dos alimentos devem ter um aumento extra no final de 2020. Esse fato fez com que os economistas tivessem que retificar os cenários criados para a inflação.

Houve um aumento ligeiro no consenso de mercado para alta do IPCA em 2020, passando de 2,05% para 2,12%.

No entanto, há instituições que foram menos otimistas e estão aguardando uma alta próxima de 2,5%.

Esta matéria foi útil? Então assine a newsletter do iDinheiro e receba atualizações sobre a alta no preço dos alimentos e tudo o que importa para o seu dinheiro.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *