Notícias

Instituições financeiras deverão realizar ajustes no PIX em até seis meses

Karina Carneiro
Karina Carneiro
celular lendo qr code do pix, representando ajustes-pix
Bancos e fintechs ficarão isentos de multas até 15 de maio. Objetivo é realizar ajustes no PIX para que a plataforma funcione sem instabilidades.

As instituições financeiras terão até 15 de maio para realizarem ajustes no PIX e ficarem livres de possíveis multas por conta de instabilidade ou dificuldade na utilização dos serviços. O anúncio foi feito pelo Banco Central (BC) na última quinta-feira, 19.

Segundo a instituição, bancos e fintechs devem utilizar esse período para que “manutenções pontuais possam ser realizadas em suas respectivas plataformas”. 

Continua após a publicidade

Em comunicado oficial, o BC informou que, apesar do pleno funcionamento, alguns acertos pontuais podem ser realizados. 

“Embora o PIX esteja funcionando plenamente, alguns acertos pontuais podem ser necessários a fim de melhorar a experiência do usuário. Como esses ajustes são normais para um sistema da complexidade e magnitude do PIX, determinados apontamentos podem não ser configurados como infrações”, afirmou nota.

Ajustes no PIX podem proporcionar melhor experiência

O sistema de pagamentos instantâneos lançado oficialmente na última segunda-feira, 16, apresentou algumas instabilidades de utilização, tanto para consumidores como para empresas. 

A intenção é a de que as falhas no PIX apresentadas nos primeiros dias de uso sejam eliminadas para que o consumidor tenha a melhor experiência possível. 

Por isso, as instituições financeiras que foram alvo de reclamações nas redes sociais terão esse prazo para regularizar a situação e tomarem “as medidas necessárias para evitar reincidência do apontamento”.

Em caso de recorrência de problemas após a data de 15 de maio, o banco ou fintech será passível de multas por irregularidades no funcionamento do serviço.

“O cometimento reiterado de condutas passíveis de penalidade será punido normalmente, na forma do regulamento do PIX e do manual de penalidades”, afirmou o BC.

Contas de lotéricas também estão habilitadas a receber o PIX

O Banco Central também afirmou que as contas de lotéricas estão habilitadas a receber os recursos de pagamento instantâneo pelo PIX. 

“A partir de agora, sempre que o cliente quiser pagar um jogo lotérico, ele terá o PIX como opção de pagamento para jogos da Sena, de loteria esportiva e afins”, disseram.

O objetivo é atender à demanda de mercado que estava fazendo solicitações de integração dos serviços da lotérica ao PIX.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber tudo o que importa sobre o universo financeiro em tempo real. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *