Investimentos, Notícias

Ainda vale a pena investir em Bitcoin? Ativo quebra recorde e atinge maior preço da história no Brasil

Isabella Proença
Isabella Proença
Bitcoin representando Ainda vale a pena investir em Bitcoin
Principal ativo digital do mundo atinge maior preço da história no Brasil. Entenda se ainda vale a pena investir em Bitcoin.

Com a crescente significativa do principal ativo digital do mundo, muitos se perguntam se ainda vale a pena investir em bitcoin no Brasil. 

Desde o início de setembro, o preço não para de subir. Já são mais de 65% de ganhos nos últimos 60 dias, o que resulta em 350% ao ano.

Continua após a publicidade

Na última terça-feira, 17, o ativo ultrapassou os R$ 94 mil , atingindo o maior preço da história no Brasil.

O bitcoin também está em alta no mercado internacional, sendo negociado por valores acima de US$ 17 mil dólares e atingindo outras marcas expressivas.

Continua após a publicidade

Além de ter alcançado o maior preço em quase 3 anos, também está perto de atingir a maior capitalização de mercado já registrada, de US$ 355 bilhões.

Devido aos números expressivos, é normal que as pessoas se perguntem se esse é ou não o momento certo de investir em bitcoin.

A resposta para essa pergunta não é nada simples, pois não há uma verdade absoluta sobre o assunto.

Embora envolva análises técnicas e tendências, a decisão deve levar em conta, principalmente, condições e fatores individuais.

Continua após a publicidade

Ainda vale a pena investir em Bitcoin? Veja os prós

A maioria dos especialistas criptoativos são favoráveis à compra.

Um relatório divulgado pelo Citibank essa semana, por exemplo, chamou o ativo de “ouro do século 21” e apontou que o preço pode chegar a US$ 318 mil em dezembro de 2021.

Além do otimismo do mercado, o bitcoin está vivenciando um contexto favorável, pois o cenário atual contribuiu bastante para a expansão do ativo, sobretudo pelo fato de ter havido um grande aumento na digitalização do dinheiro.

No entanto, a forma com que os governos estão lidando com a crise também está sendo importante. Isso porque, ao imprimir dinheiro para tentar solucionar os problemas econômicos causados pela pandemia, o enfraquecimento da moeda local é inevitável e surgem problemas como a inflação. 

Essas questões acabam sendo muito positivas para o bitcoin que, por não de não possuir um “dono” capaz de interferir na circulação da moeda, fica imune à essa questão.

Continua após a publicidade

Pontos negativos

No entanto, também há aqueles que acham melhor não optar por esse investimento.

Essa opinião é baseada principalmente pelo fato do bitcoin ainda ser muito volátil. É comum notar oscilações de mais de 5% ou 10% em menos de 24 horas, fazendo com que este investimento seja classificado como de alto risco.

Como a cotação do bitcoin é em dólares, também é preciso ficar atento ao câmbio, pois as exchangers brasileiras fazem a conversão para real.

Com isso, as variações de preço do dólar e do real exercem grande influência nesse mercado. E é exatamente por esse motivo que o bitcoin atingiu o maior preço na história do Brasil desde então.

Portanto, apesar desse assunto dividir opiniões, antes de tomar uma decisão, o mais importante é ter em mente que esse é um mercado de risco.

Ou seja, por se tratar de uma tecnologia nova, fazer uma previsão sobre o que acontecerá no futuro se torna ainda mais difícil.

Esta matéria foi útil? Então, assine a newsletter do iDinheiro e se mantenha informado sobre tudo o que importa para o seu dinheiro.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *