Fintechs

Conheça melhor o banco digital Agibank e saiba se ele é uma boa opção para você!

Victor Leitão
Victor Leitão
Foto do site do Agibank em um smartphone
O Agibank se propõe a oferecer a união dos serviços digitais com a possibilidade de resolver um problema ou outro em agências físicas.

Artigo originalmente publicado em blog.mobills.com.br. Conteúdos e comentários foram integralmente mantidos.

Conheça melhor o banco digital Agibank e saiba se ele é uma boa opção para você!

 

Aplicativos de comida, e-commerce, plataformas inteligentes e os tão falados bancos digitais são alguns exemplos de soluções tecnológicas que vieram para facilitar o nosso dia a dia.

Continua após a publicidade

Hoje, o assunto será o Agibank, uma opção de banco digital muito comentada no mercado.

O aumento da tecnologia na vida das pessoas fez com que vários serviços novos fossem criados, todos eles com aquela premissa de tornar o dia a dia mais descomplicado e solucionar problemas de forma rápida, simples e com redução de custos.

Continua após a publicidade

O Agibank, um desses bancos digitais que veio para conquistar um público que já cansou de tanta burocracia e tarifas abusivas, pode ser uma boa opção para você.

Neste post, te contaremos tudo o que você precisa saber sobre ele, além de contarmos também se vale a pena abrir uma conta ou não. Boa leitura!

O que é o Agibank?

A empresa já foi uma financeira, criada em 1999, em Caxias do Sul.

Foi somente em 2016 que eles se transformaram no Banco Agibank, após fazer a aquisição do banco Gerador, oferecendo uma nova proposta de conta digital e soluções descomplicadas para quem estava em busca de serviços financeiros.

Sabemos que a premissa dos bancos digitais é eliminar toda aquela dor de cabeça que envolve as tradicionais filas, papéis recheados de burocracia e horas no telefone para conversar com alguém do telemarketing — muitas vezes sem sucesso.

Continua após a publicidade

Por isso, vários desses bancos e contas digitais foram criados 100% no ambiente online, mas não é o caso do Agibank. 

Ele se propõe a oferecer a união dos serviços digitais com a possibilidade de resolver um problema ou outro em agências físicas, que hoje em dia são mais de 600. 

Como a conta digital Agibank funciona?

Para começar, o número de celular do correntista é o número da conta.

Ou seja, nada de precisar decorar uma sequência de números que pode resultar em transferências erradas ou muita dor de cabeça.

Para criar a sua conta corrente, você pode acessar o site ou baixar o aplicativo.

Continua após a publicidade

Conforme outros bancos também solicitam ao abrir uma conta, será preciso enviar informações como o documento de identificação, CPF, comprovantes e aqueles outros dados importantes para comprovar sua identidade e interesse em se cadastrar.

Sobre a questão do presencial/online, eles se posicionam a partir da seguinte frase: “Digital sempre. Presencial se você quiser.” 

De forma muito bem explicada por eles, o que acontece é isso mesmo: você tem tudo o que precisa na palma da mão, acessando o aplicativo.

Mas se tiver alguma dúvida ou questão que prefere resolver presencialmente, pode se dirigir até o ponto de atendimento mais próximo da sua casa.

Continua após a publicidade

Sabemos que muitas vezes é importante contar com aquele atendimento “olho no olho”, principalmente ao resolver questões mais delicadas.

Então, este é um ponto muito positivo no Agibank.

Quais são as ofertas gratuitas?

Ao abrir a sua conta corrente, você conta com os seguintes benefícios sem pagar nada por eles:

  • 4 transferências entre bancos;
  • pagamentos via QR code ilimitados;
  • primeira anuidade do cartão de crédito;
  • transferências ilimitadas entre contas Agibank;
  • 4 saques por mês;
  • 4 boletos de pagamento por mês.

Você também não paga nenhuma tarifa pela abertura ou manutenção da conta.

Quais são as tarifas pagas?

Caso você ultrapasse alguns dos benefícios gratuitos da conta, são cobradas tarifas específicas. Elas são:

  • R$ 6,49 por saques extras;
  • R$ 1,90 por transferências entre outros bancos.

Não é possível gerar mais de 4 boletos e, no caso dos boletos liquidados para PJ, você paga R$ 1,99 se ultrapassar o limite.

Continua após a publicidade

A quantidade mensal está limitada a 30 boletos.

Como funciona o cartão de crédito?

Além da conta corrente, que funciona apenas na função débito, você pode expandir as suas necessidades caso precise também de um cartão de crédito.

Ele é internacional, e ativa simultaneamente as funções débito e crédito.

Além de ter até 40 dias para pagar, você também tem acesso às movimentações na web e celular.

Como adiantamos, a anuidade do primeiro ano é isenta caso você abra a conta pelo app, mas algumas pessoas podem garantir a isenção por mais tempo. 

Quem tiver fatura superior a R$500,00 por mês, investimentos superiores a R$5.000,00 ou receber o salário pela conta via portabilidade, não paga nada.

Continua após a publicidade

Quem não se encaixa nos critérios, paga R$4,99 por mês. 

Como funcionam os empréstimos?

Além dos cartões, o Agibank também oferece a modalidade de empréstimos. Eles podem funcionar das seguintes formas:

  • empréstimo consignado para aposentados e pensionistas, com desconto em folha, 84x para pagar e taxas reduzidas, além da possibilidade de fazer o Cartão Consignado Agibank que aumenta as chances de crédito;
  • empréstimo pessoal para aposentados, pensionistas, militares e funcionários públicos (quem já usou a margem do empréstimo com desconto na folha)  receberão o dinheiro diretamente na conta;
  • antecipação do 13º para aposentados do INSS, SIAPE e exército.

Além dos empréstimos, os clientes também têm acesso aos consórcios, seguros e investimentos.

Vale a pena criar uma conta no Agibank?

Para responder a esta pergunta, fizemos uma pesquisa no Reclame Aqui para entender como os consumidores vêem o banco e quais são alguns transtornos recorrentes.

A nota de reputação é de 8.7 em 10, um valor considerado alto, e eles têm uma taxa de 100% de reclamações respondidas.

77% dos usuários voltariam a fazer negócio após a reclamação, e o índice de solução é de 90,8%.

Continua após a publicidade

Os principais tipos de problema foram cadastrados como “cobrança indevida” e “reclamações financeiras”.

Porém, ao analisar a página, percebemos que o Agibank apresenta eficiência em resolver os problemas dos consumidores.

Infelizmente, problemas com banco — assim como qualquer outro serviço — é algo normal.

O que deve ser levado em conta é a forma que a empresa resolve o problema e o quanto ela se dispõe a ajudar.

Em relação aos serviços, tarifas, custo-benefício e atendimento, acreditamos que sim, vale a pena contratar o Agibank.

Os custos são muito pequenos quando comparados com os benefícios, e o banco se mostra uma opção interessante.

Continua após a publicidade

De toda forma, o mais indicado é fazer uma comparação com os principais bancos digitais do momento, para que você faça uma relação entre os benefícios de cada um e seu perfil.

Pequenas diferenças entre um banco e outro podem ser gigantescas dependendo do cliente, então, não faça a contratação sem antes realizar uma boa pesquisa! Se optar pelo sim, saiba que está fazendo um bom negócio.

Se você gostou deste conteúdo, temos uma série de outras análises de cartões e bancos da atualidade.

Continue pesquisando e conheça agora tudo sobre o Banco Inter.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *