O pagamento do abono salarial referente ao PIS/PASEP com o ano base de 2019, começará a ser pago no dia 30 de junho e o término em 30 de junho de 2021, segundo as informações divulgadas pelo Ministério da Economia. 

Para trabalhadores de empresas privadas, o recebimento do PIS (Programa de Integração Social) será pago no dia de seu nascimento. 

Continua após a publicidade:

Já os funcionários públicos, terão o PASEP (Programa de Formação ao Patrimônio do Servidor Público), receberá de acordo com o dígito final de seu número de registro. 

Uma das principais novidades do pagamento do PIS/PASEP deste ano, é a do pagamento direto em conta para correntistas dos Bancos Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil. Para quem não tiver conta em nenhuma dessas instituições bancárias, a retirada do valor poderá ser feita a partir de 16 de julho. 

Os nascidos entre julho e dezembro receberão o seu PIS ainda este ano, enquanto os que tiverem data de nascimento entre janeiro e junho, receberão o recurso apenas em 2021. 

Um critério semelhante é aplicado aos beneficiados pelo PASEP. Pessoas com inscrições de 0 4 receberão o benefício em 2020, enquanto as inscrições de 5 a 9 serão pagas apenas em 2021.

Quem tem direito ao abono do PIS/PASEP?

Para ter direito ao abono salarial referente ao PIS/PASEP, o colaborador precisará ter trabalhado formalmente pelo período mínimo de 30 dias no ano anterior (2019), com uma remuneração média de até dois salários mínimos vigentes na épica.

Além disso, a pessoa precisará estar inscrita nos programas pelo período mínimo de cinco anos (comprovação efetiva de trabalho ou registro de CLT), com os dados informados corretamente pelos empregadores através da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais). 

Como é calculado o valor do PIS/PASEP?

O valor do abono salarial que você irá receber do PIS/PASEP é calculado de acordo com a proporção de um doze avos (1/12) do ano vigente da data de pagamento.

Nunca fiz o saque do PIS/PASEP, posso receber de maneira retroativa?

Caso você tenha direito ao abono do PIS/PASEP e nunca tenha recebido, poderá solicitar o saque de maneira retroativa do período de cinco anos anteriores, sem a necessidade de qualquer medida judicial.

Publicidade