5 passos de como declarar empréstimo consignado no imposto de renda 2022

Embora isentos de tributação, um empréstimo precisa ser declarado quando acima de R$ 5 mil. Veja como declarar empréstimo consignado em 2022!

Design sem nome (1)
Mariana Vieira

Já fez a declaração de imposto de renda de 2022? Já sei! Está adiando a entrega por não saber como declarar empréstimo consignado? Olha, embora o prazo para a entrega tenha sido prorrogado até o dia 31 de maio, não deixe para a última hora. Parte dos erros dos contribuintes costuma acontecer justamente por conta da pressa. Quem nunca, né?

Então, se você adquiriu ou pagou empréstimos ou dívidas acima de R$ 5 mil ao longo de 2021, será preciso declará-los no IR. Isso porque o empréstimo consignado está sob esse guarda-chuva.

Continua após a publicidade

E, caso já tenha entregue mas possua dívida superior a R$ 5 mil, é possível retificá-la, ok?

Neste post, confira os 5 passos para declarar crédito consignado no imposto de renda 2022. Boa leitura!

Quais são os documentos necessários para declarar empréstimo consignado no imposto de renda?

Se você é aposentado ou pensionista do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), será necessário ter o extrato do INSS, que é um demonstrativo dos seus rendimentos. Para o IR 2022, são considerados os dados do exercício de 2021, certo?

Continua após a publicidade

Qual o valor mínimo obrigatório para declaração? 

Se você adquiriu ou pagou empréstimos e dívidas acima de R$ 5 mil ao longo de 2021, terá que declará-los no IR 2022. O empréstimo consignado está sob esse guarda-chuva. Já as exceções ficam por conta de casos de alienação fiduciária, hipoteca e penhor. Para saber os tipos de empréstimo que existem no mercado, confira aqui o material que preparamos.

5 passos para declarar o empréstimo consignado no imposto de renda 

Tenha em mente que a declaração do empréstimo consignado no imposto de renda é requerida em três casos: contratação no ano anterior, solicitação feita em anos anteriores, mas ainda sendo paga em 2021 ou mesmo se a dívida já tiver sido quitada. Confira, abaixo, os 5 passos para declará-lo.

1. Acesse o programa do Imposto de Renda da Receita Federal 

O primeiro passo é acessar o site da Receita Federal e baixar o programa do Imposto de Renda no seu computador. Caso prefira, é possível preenchê-la de forma online, pelo e-CAC, ou pelo aplicativo Meu Imposto de Renda para celulares e tablets (Android e iOS).

Se tiver feito o download do programa, abra-o no seu computador. A tela inicial apresentará as novidades da versão mais recente, ok? Basta fechá-la.

Continua após a publicidade

2. Selecione o tipo de declaração

Logo em seguida, selecione o tipo de declaração que você deseja. Dentre eles, escolha “Declaração de Ajuste Anual”. Nesta mesma tela, estão disponíveis as opções de preenchimento. São elas: “Iniciar Importando Declaração de 2021”, “Iniciar Declaração a partir da Pré-Preenchida” ou “Iniciar Declaração em Branco”: é o preenchimento da declaração do zero.

Como saber qual tipo devo escolher? 

Veja, abaixo, qual das três opções acima você deve escolher.

  • “Iniciar Importando Declaração de 2021”: opção recomendada se a declaração não tiver mudado muito de um ano para o outro. Contudo, lembre-se de que todos os valores de empréstimos ou dívidas devem ser atualizados, combinado?
  • “Iniciar Declaração a partir da Pré-Preenchida”: opção comum quando o contador inicia o preenchimento e reencaminha o arquivo para a validação do cliente.
  • “Iniciar Declaração em Branco”: opção de preenchimento da declaração do zero.

3. Selecione a opção “Dívidas e Ônus Reais” 

Com a declaração aberta, as informações serão carregadas, certo? As chamadas “fichas” para preenchimento dependerão das especificidades de cada contribuinte. Para declarar o crédito consignado, role o menu lateral esquerdo até localizar a opção “Dívidas e Ônus Reais”.

4. Escolha a especificação do credor 

Ao clicar em “Dívidas e Ônus Reais”, será aberta uma nova janela para preenchimento. O lançamento deve ser feito na opção “Novo”. Clicando em “Código”, você verá algumas opções para o lançamento. Cada lançamento tem um código específico de cada credor. Veja a seguir.

  1. Estabelecimento bancário comercial;
  2. Sociedades de crédito, financiamento e investimento;
  3. Outras pessoas jurídicas;
  4. Pessoas físicas;
  5. Empréstimos contraídos no exterior;
  6. Outras dívidas e ônus reais.

No caso de declaração de crédito consignado, dependendo da natureza do credor, insira o código “11. Estabelecimento bancário comercial” para banco ou “12. Sociedades de crédito, financiamento e investimento” para empresa de crédito ou financiamentos.

Continua após a publicidade

5. Insira as informações do empréstimo consignado 

Em seguida, no campo discriminação, informe o valor total do empréstimo e sua finalidade, além da forma de pagamento, número e valor das parcelas. Também devem ser informados a natureza da dívida e os dados do credor, como nome e CNPJ.

Nos campos “Situação em 31/12/2020” e “31/12/2021”, informe o saldo da dívida nas referidas datas. Já no campo “Valor Pago em 2021”, preencha o total pago ao longo do ano, incluindo amortização e juros.

Por fim, clique em “OK” para salvar o lançamento.

Se você tiver mais de um empréstimo ativo e/ou de diferentes modalidades, crie um novo item para cada credor e os identifique segundo os códigos listados acima.

Conclusão

Agora que você já sabe declarar crédito consignado, não deixe sua declaração de imposto de renda 2022 para depois. Apesar de um empréstimo ser isento de tributação, o crédito consignado deve ser declarado quando contratado no ano anterior, quando solicitado em anos anteriores e ainda sendo pago em 2021 ou mesmo se a dívida já tiver sido quitada.

Por fim, lembre-se de que, se você não entregar sua declaração até o dia 31 de maio, terá que pagar multa por isso. O seu valor mínimo é de R$ 165,74, podendo chegar, no máximo, a 20% do valor do imposto de renda.

Quer continuar acompanhando tudo sobre a declaração do Imposto de Renda 2022? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.