Como utilizar melhor seu cartão de crédito e fazer boas escolhas financeiras? Entenda!

Entenda como utilizar melhor seu cartão de crédito para sair das dívidas e ter uma vida financeira mais organizada!

LinkedIn
Ana Júlia Ramos

Como utilizar melhor seu cartão de crédito e fazer boas escolhas financeiras? Entenda!

 

Por falta de controle financeiro ou planejamento, muitas pessoas acabam consumindo mais do que podem.

Assim, quando entram em dívidas, costumam colocar a culpa do seu desequilíbrio financeiro no cartão de crédito. Mas será que ele é tão vilão assim?

Continua após a publicidade

A resposta é simples: não! Em boas mãos, o cartão de crédito é uma ótima forma de otimizar as suas finanças pessoais, viabilizar a realização de objetivos e até mesmo fazer o seu dinheiro render melhor.

Para fazer do produto o seu melhor amigo, então, você precisa entender como utilizar o seu melhor cartão de crédito.

Continua após a publicidade

A partir de 10 passos, vamos te ajudar a tomar melhores decisões, evitando juros altos e despesas desnecessárias.

1. Anote todas as despesas

É importante entender como o seu dinheiro foi gasto. Dessa maneira, é imprescindível que você anote todas as despesas realizadas no cartão de crédito.

Uma das maneiras mais simples de fazer isso é utilizando um aplicativo de finanças pessoais.

O extrato detalhado do cartão também pode ser o seu instrumento de controle. Em conjunto, é possível usar uma planilha ou o velho caderninho para realizar o controle financeiro e analisar a qualidade dos seus gastos.

De um jeito ou de outro, veja para onde vai seu dinheiro. Assim, é possível tomar as atitudes necessárias para melhorar sua situação financeira.

Continua após a publicidade

2. Elabore seu planejamento financeiro

É recomendável que você faça um bom planejamento financeiro antes de usar o cartão de crédito.

Agindo assim, você poderá se programar e saberá quanto pode gastar no cartão de forma a ter dinheiro para pagar o valor total da fatura na data do vencimento.

Além disso, também evitará usos desnecessários do cartão, como os famosos itens supérfluos e compras emocionais.

3. Utilize apenas um cartão

Ter apenas um cartão de crédito facilita bastante nosso planejamento e controle de gastos.

Nesse sentido, o ponto que merece mais destaque é a impulsividade na hora de gastar.

Continua após a publicidade

Quem tem mais de um cartão pode exagerar nas compras e gastar mais do que pode.

Quando o limite de um cartão é atingido, algumas pessoas passam a utilizar o outro cartão, e depois o outro… Enfim, só vão perceber o estrago no outro mês, quando as faturas chegarem.

No entanto, esta dica é direcionada para quem tem questões negativas com o cartão de crédito.

Na verdade, se você atingir um bom controle das suas finanças, é interessante ter mais de uma opção de crédito. Hoje em dia, podemos aproveitar uma série de benefícios como cashback ou os famosos pontos/milhas.

Continua após a publicidade

Sendo assim, ao ter mais de uma opção, você poderá aproveitar múltiplas vantagens ao depender das compras que está fazendo.

4. Limite do cartão deve ser de, no máximo, 50% do seu salário

Ao utilizar o cartão de crédito, você pode ter a falsa sensação de que o dinheiro não está saindo da sua conta. Isso pode ser definido como “a prazerosa ilusão de comprar sem gastar um centavo”.

Entretanto, o pesadelo começa no momento em que a fatura chega à sua residência ou e-mail.

Para evitar maiores problemas, o limite do cartão de crédito deve ser, no máximo, 50% da sua receita líquida, ou seja, daquilo que você ganhar após todos os descontos.

Continua após a publicidade

5. Evite pagar ou, pelo menos, negocie as taxas de anuidade. Sempre!

Alguns cartões de crédito, principalmente aqueles que oferecem os melhores programas de vantagens e descontos, podem cobrar taxas de anuidade bem elevadas.

Algumas dessas anuidades chegam facilmente a R$ 800,00. É um dinheirão!

No entanto, se você usa seu cartão de crédito constantemente, saiba que está numa posição de vantagem para negociar essas taxas.

A cada compra que você faz, a operadora do cartão de crédito recebe um percentual referente ao valor da compra.

Você pode utilizar esse argumento, dizendo que já é um bom cliente, que usa o cartão direto e já garante à operadora um bom repasse dos valores que você compra.

Continua após a publicidade

Outra dica para evitar despesas elevadas com anuidade é analisar se você realmente usa todos os benefícios que o cartão oferece.

Cartões internacionais costumam apresentar anuidades mais elevadas, e algumas pessoas possuem esses cartões, mesmo sem estar em condições ou ter a intenção de viajar para o exterior.

Pois bem, essas foram as dicas para quem realmente precisa pagar a anuidade de cartões, porque os benefícios oferecidos compensam.

Ocorre que, na maioria dos casos, não costuma ser vantajoso pagar a anuidade e, atualmente, você não precisa realizar este pagamento para ter bons cartões de crédito.

Continua após a publicidade

Temos uma lista completa com os melhores cartões de crédito sem anuidade. Veja o que temos a dizer sobre cada uma das opções e avalie os benefícios!

6. Fique atento aos programas de descontos e vantagens

Hoje em dia, é fácil encontrar cartões de crédito com programas de recompensa e vantagens. Um bom exemplo é o programa de milhas.

Quando você compra com determinados cartões, acumula pontos que podem, posteriormente, serem trocados por milhas e passagens aéreas.

Há também pontos que podem ser trocados por combustíveis ou outros produtos em geral, como eletrodomésticos, bicicletas, etc.

Continua após a publicidade

Além disso, alguns cartões oferecem descontos de até 50% em cinemas, teatros, jogos de futebol ou em compras feitas em redes de lojas parceiras.

Dessa maneira, quem fica atento a essas vantagens, tem a chance de economizar uma boa grana em algumas compras, e ainda consegue juntar pontos suficientes para comprar passagens de avião ou abastecer o carro.

Com certeza, é uma boa!

No entanto, vale alertar: não caia no erro de achar que vale a pena gastar mais para acumular os pontos. Eles são um benefício extra para comprar através daquele cartão de crédito.

Não ache que é vantajoso comprar cada vez mais pensando em ganhar os pontos.

7. Cuidado com o pagamento mínimo da fatura

Pagar somente o valor mínimo pode tornar a sua dívida simplesmente impagável.

Isso se deve ao fato do cartão ser uma das modalidades mais caras de financiamento, perdendo apenas para as financeiras.

Continua após a publicidade

Sendo assim, evite pagar o valor mínimo ou parcelar seu débito. Se você já está endividado, entenda como sair das dívidas do cartão de crédito.

Caso tenha dificuldades para pagar o valor total da fatura, é melhor tomar dinheiro emprestado no crédito pessoal, pagar o cartão à vista e parcelar esse novo empréstimo, pois os juros costumam ser bem menores.

Contudo, o ideal mesmo é você seguir a dica 2 e elaborar seu planejamento financeiro antes de comprar qualquer coisa no cartão de crédito.

Você não pode tratar o cartão de crédito como uma renda extra e se endividar pela falta de controle financeiro!

Continua após a publicidade

8. Consulte o saldo do cartão frequentemente

Por não ver o dinheiro saindo do bolso na hora de pagar, algumas pessoas relaxam bastante com o cartão de crédito, e muitas vezes acabam gastando mais do que podem.

Acredite, isso é bastante comum de acontecer.

Quando o dinheiro não sai do bolso, é fácil de nos confundirmos e acabamos saindo um pouco do controle na hora de gastar.

E quando a fatura chega é um susto!

Outra forma mais fácil de fazer esse acompanhamento e não perder o controle dos seus cartões de jeito nenhum é utilizando um app de controle financeiro que tenha uma funcionalidade de gerenciamento de cartões.

9. Evite fazer cartões de loja

É bastante comum que as lojas ofereçam cartões de crédito para os consumidores, visando fidelizar os clientes.

Continua após a publicidade

Porém, você deve tomar muito cuidado e refletir sobre a real necessidade de fazer cartões de lojas.

Apesar de existirem alguns benefícios nas compras com esses cartões, várias delas só permitem o pagamento da fatura dentro da própria loja, o que pode incentivar o consumo desnecessário e fazer você gastar mais.

Além disso, cartões Private Label (como podem ser chamados) costumam ter taxas de juros mais elevadas, além da cobrança de anuidade, o que já sabemos que não é interessante.

10. Evite pagar contas de água, luz e telefone no cartão 

Algumas pessoas acham muito interessante concentrar todos os pagamentos no cartão de crédito pela facilidade de ter que se preocupar apenas com uma fatura.

Continua após a publicidade

Entretanto, pagar as contas de concessionárias (água, energia elétrica e telefone) no cartão não costuma ser um bom negócio, pois as administradoras dos cartões normalmente cobram tarifas para prestar esses serviços.

Assim, é necessário se informar sobre o valor das tarifas cobradas e analisar se vale a pena gastar a mais para ter este “benefício”.

Conclusão: como utilizar melhor seu cartão de crédito?

E então? Gostou de entender algumas formas interessantes de como utilizar melhor seu cartão de crédito?

Lembre-se que é preciso ter consistência nessas práticas. O caminho da educação financeira pode parecer difícil e complicado, mas quando mantemos o controle nos gastos e nos tornamos mais conscientes a respeito do destino do nosso dinheiro, lidamos melhor com esse tipo de produto.

Continua após a publicidade

Como citamos ao longo do texto, inclusive, o cartão de crédito pode ser um ótimo aliado na sua vida financeira.

Só que para isso, não é possível manter aquele ritmo de compras desenfreadas, juros que viram uma bola de neve e outras práticas negativas.

Esperamos que após a leitura deste post, você esteja pronto para tomar melhores decisões financeiras.

Aproveite e assine a nossa newsletter para receber os melhores conteúdos que ajudam a utilizar melhor seu cartão de crédito, além de outros temas importantes para a educação financeira do brasileiro.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

7 comentários

  1. Stephanie Cristina

    Ola, meu nome é Stephanie e tenho 4 cartões.
    2 somente de lojas de sapatoa e 2 de uso geral.
    Sempre usei com juizo mas nada que eu não queira aprender mais sobre este e eu aprendi .
    Tenho um amigo que tem 15 cartões de crédito, todos estao usados e esta com uma dívida de R $7.000.00
    Morro de medo mas meu juizo me sinaliza.
    Amei o Post.
    Um abraço

  2. Zaqueu Gonçalves

    Dicas ótimas para nossa saúde financeira

  3. ROBERTO HANIERY

    As dicas de usar o cartão foram muito válidas.. Tentarei me organizar cada vez mais .Muito obrigado pelas dicas

  4. Continua após a publicidade

  5. Cássio Pedro

    Boas dicas, e algumas delas sigo a risca, como pagar sempre a fatura entegral. Neste momento estou cancelando cartão de dependente devido ao custo de anuidade e olha que gasto muito com cartão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.